Artista catarinense Adri Volpi pinta painel na cidade italiana onde nasceu seu bisavô - Lazer e Cultura - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

retorno às origens01/09/2017 | 04h00Atualizada em 01/09/2017 | 04h00

Artista catarinense Adri Volpi pinta painel na cidade italiana onde nasceu seu bisavô

Convite foi feito pela prefeitura da comuna de Verolanuova e processo poderá ser acompanhado pelo público

Artista catarinense Adri Volpi pinta painel na cidade italiana onde nasceu seu bisavô Adriana Fuchter/Divulgação
Foto: Adriana Fuchter / Divulgação

A história da família de Adri Volpi é parecida com a de muitos catarinenses. Nascidos na Itália, seus antepassados vieram para o Brasil no fim do século XIX e se instalaram no Oeste do Estado. Agora, a artista plástica, fotógrafa e ilustradora faz um resgate às origens e viaja ao país europeu para pintar na terra de seus ascendentes. Neste sábado, ela fará uma performance em um anfiteatro em Verolanuova, comuna na região da Lombardia, no Norte da Itália. É o mesmo local de onde seu bisavô Vincenzo Volpi nasceu antes de emigrar para o Brasil, em 1890, quando tinha apenas 11 anos.

Os traços coloridos e divertidos da artista de Curitibanos vão colorir um painel intitulado Retorno às origens, sobre a imigração, que será pintado ao vivo por cerca de duas horas. Durante o evento, o público vai poder contribuir, opinar e interagir com Adri. Ainda serão exibidas reproduções de outros quatro painéis criados pela artista em Jurerê Internacional. Depois a obra será doada para a comuna de Verolanuova, que fez o convite para a artista.

A primeira vez que a artista visitou a Itália foi em 2014, quando se apaixonou pelo país e pôde ver de perto os lugares onde se passavam as histórias que ouvia na infância.  

— Pessoalmente é uma realização, porque eu sentia necessidade de fazer este resgate da minha própria história. Quando cheguei, além da fortíssima emoção, tive a sensação de que tudo se encaixava e fazia sentido. É também uma realização como artista, porque  mesmo sendo uma pequena cidade em meio aos campos da pianura bresciana, tem grande importância na história da Arte da Lombardia e da Itália — celebra Adri.  

Não é a primeira vez que a artista faz uma performance ao vivo nesses moldes. Ela já participou de uma ação parecida na Tribeca Art Factory da Broadway, em Nova Iorque. O tema de suas origens também já apareceu em outra série de Adri, Ritornare, um conjunto de desenhos, registros,  anotações, recortes, fotografias, pesquisas e estudos feitos desde 2014 na Itália que resultaram em telas pintadas pela artista. Por aqui, Adri mantém um ateliê em Itapema. 

Leia mais:

Mercado Público de Florianópolis terá nova galeria de arte

Susana Bianchini expõe pinturas inspiradas no cotidiano do Centro de Florianóplis 

Espetáculo de dança "Cão Sem Plumas", de Deborah Colker, será apresentado em Florianópolis

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaNovo empreendimento em SC marca uma nova época para inovação tecnológica no Estado  https://t.co/UEX4Vz7XRe #LeiaNoSantahá 46 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaDenúncia contra Temer chega à Câmara dos Deputados https://t.co/aA2ddEjhtV #LeiaNoSantahá 5 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros