Em breve turnê por SC, Circo Imperial da China apresenta espetáculo inspirado nos unicórnios - Lazer e Cultura - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

acrobacias ousadas07/09/2017 | 07h00Atualizada em 07/09/2017 | 07h00

Em breve turnê por SC, Circo Imperial da China apresenta espetáculo inspirado nos unicórnios

Show de artes circenses terá sessões em Joinville e Florianópolis neste feriado

Em breve turnê por SC, Circo Imperial da China apresenta espetáculo inspirado nos unicórnios banco de imagens/Divulgação
Foto: banco de imagens / Divulgação

Os coloridos e mitológicos unicórnios, a febre do momento na moda e decoração, inspiraram também a nova turnê do Circo Imperial da China no Brasil. O espetáculo Guardiões dos Unicórnios, em cartaz em Santa Catarina, foi produzido especialmente para o país e tem acrobatas, dançarinos e contorcionistas em números que desafiam a gravidade e os limites do corpo humano. O show será apresentado nesta quinta-feira (7), em Joinville, e no sábado e domingo em Florianópolis.

Os chifres e orelhinhas que são as características do mítico animal foram parar em máscaras e nas fantasias coloridas e cheias de adornos dos artistas circences. O grupo, que comemora 25 anos em 2017, tem 55 membros na atual turnê. Todos passam por um treinamento que começa na infância e dura dez anos antes de sair viajando pelo mundo. Não há truques durante o espetáculo, que tem duração de cerca de 1h30 - o desempenho no palco é fruto da habilidade adquirida após anos de ensaios e práticas.                                                                      

Foto: Circo Imperial da China / Divulgação

O circo é uma das principais manifestações de arte e cultura da Ásia. A tradição teve início há mais de dois mil anos, no período conhecido como Reinos Combatentes, que antecedeu a unificação do país, entre o século V a.C e 221 a.C. Registros históricos, como antigas relíquias, artefatos e murais, trazem imagens de acrobatas e contorcionistas. Algumas práticas usadas pelos circos até hoje, como equilíbrio de pratos, eram no passado usadas no treinamento de guerreiros.

Mas foi durante a dinastia Han (206 a.C. até 220 d.C.) que o circo de tornou uma forma popular de entretenimento, com longos shows e números de trampolim, malabarismos e até truques de mágica, primeiro restritos aos mais nobres e depois bem recebidos pela população no geral. Nos séculos XIX e XX, o rígido governo chinês passou a acompanhar de perto o movimento de grupos de artistas, e o circo, enfraquecido, ficou limitado a turnês de artistas individuais. Só em 1949, quando a República Popular da China começou a financiar grupos, que o circo chinês ressurgiu como uma arte popular.

Agende-se
Circo Imperial da China apresenta Guardiões dos Unicórnios
Quando: quinta-feira, às 19h, em Joinville; sábado, às 17h30 e às 21h, e domingo, às 16h e às 20h, em Florianópolis
Onde: Joinville, no Centreventos Cau Hansen (Avenida José Vieira, 315, América); Florianópolis, no Teatro Pedro Ivo (Rodovia José Carlos Daux, 4600, Saco Grande)
Quanto: Joinville, a partir de R$ 50, à venda no site Ticket Center. Desconto de 30% para sócio e acompanhante do Clube do Assinante na compra do ingresso antecipado; Florianópolis, a partir de R$ 140, à venda no Blueticket. Desconto de até 40% para sócio e acompanhante do Clube do Assinante na compra do ingresso antecipado

Leia mais:

Festa do Pirão em Barra Velha terá  shows nacionais e pratos típicos

Rogéria: relembre a trajetória de luta pela liberdade de expressão da atriz

Moradores de Florianópolis falam sobre momentos felizes e tristes da vida na Ilha em projeto no Instagram

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPresídio de Blumenau é um dos 40 do Brasil que vão receber 20 mil livros doados pelo MEC https://t.co/KEo9N1rX2F #LeiaNoSantahá 36 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCresce número de homicídios em Santa Catarina https://t.co/bDCo4ogiPL #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca