Festival de Música de Itajaí: 20 anos de som de qualidade - Lazer e Cultura - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Música01/09/2017 | 09h45Atualizada em 01/09/2017 | 09h45

Festival de Música de Itajaí: 20 anos de som de qualidade

Evento começa hoje, comemorando duas décadas e consolidado com um dos maiores e mais importantes do país

Festival de Música de Itajaí: 20 anos de som de qualidade Eni Cunha,divulgação/Divulgação
Foto: Eni Cunha,divulgação / Divulgação

O som do apito dos navios dará lugar à música em Itajaí nos próximos 10 dias. De hoje até 9 de setembro a cidade recebe a 20ª edição do Festival de Música de Itajaí, reconhecido com um dos maiores e mais democráticos palcos para o jazz e para a música brasileira de qualidade. Nascido da efervescência cultural de Itajaí, o evento toma espaços culturais e as ruas com a mesma sem-cerimônia. Nesta edição, 600 músicos são aguardados e, enquanto durar o festival, a música vai se espalhar pelas ruas doze horas por dia.

As atividades começam com as oficinas no Conservatório de Música Popular pela manhã. No fim da tarde, os músicos enchem de novos sons a Rua Hercílio Luz, no Centro. À noite, tem apresentações nacionais no Teatro Municipal e encontros memoráveis no Mercado Público, onde ocorrem as rodas de choro, o improviso das jam sessions e as apresentações das big bands de jazz. Além disso, o festival voltará a percorrer os bairros de Itajaí nesta edição, com apresentações-surpresa.

Um cenário que encanta gigantes da música como o multi-instrumentista Arismar do Espírito Santo, um dos maiores músicos do país e assíduo no festival – participou de 18 das 20 edições. No ano passado, compôs durante o evento duas músicas que integram seu último álbum – Chove no Molhe e Garoupa na Garupa, ambas inspiradas em cenas que viu na cidade. Este ano, ele vai ministrar uma oficina de composição.

– É um dos festivais mais importantes do país e aglutina outras artes, como poesia e artes plásticas. Itajaí é um celeiro, uma maravilha – diz.

De onde veio a inclinação de Itajaí para a música, nem os especialistas conseguem precisar. Mas o fato é que a cidade foi lar de algumas das principais bandas de baile, que reuniam músicos de qualidade na década de 1980 e viajavam pelo Estado. O festival nasceu do encontro desses profissionais, que já eram reconhecidos pelas produções autorais.

Celeiro musical 

Arnou de Melo, compositor e produtor musical, diz que Itajaí é uma cidade que vive a música. Além de um grande número de profissionais, também são comuns os corais amadores que se espalham pelas casas e empresas. Itajaí é o "celeiro musical de Santa Catarina", diz. E a criação do festival foi uma consequência.

– O evento foi um marco na música catarinense, já temos toda uma geração de músicos novos que começaram aqui. O conhecimento que o festival trouxe é de valor incalculável – afirma.

Uma importância que é reconhecida por grandes nomes da música, que passam pela cidade todos os anos. Como Ivan Lins, que em 2006 deixou, por escrito, uma "carta" ao festival, escrita à mão e guardada pela organização. "Esse é o caminho: um festival de música que articula toda a cidade, insere todas as classes, convida todo o país e já atrai outros países".

Ivan Lins é novamente uma das atrações nacionais nesta edição – as únicas que têm ingresso pago e ocorrem no Teatro Municipal. Entre as grandes apresentações, estão também Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz, Leny Andrade & Luiz Meira, Lupa Santiago Quarteto e Ordinarius. 

Um show gratuito no Centreventos, com o grupo Fundo de Quintal, encerra a programação semana que vem. O Festival não tem mostra competitiva. Para o músico Arnou de Melo, a explicação é simples: – A verdadeira música não é pra competir, é para doar.

Destaques da programação

5 de setembro
Leny Andrade & Luiz Meira, às 19h30min no Teatro Municipal; Itajaí Big Band e Roda de Choro, às 22h no Mercado Público (gratuito)

7 de setembro
Brass Groove Brasil e Roda de Choro, às 22h no Mercado Público (gratuito)

8 de setembro
Ivan Lins, às 19h30min no Teatro Municipal

9 de setembro
Fundo de Quintal, às 20h no Centreventos Itajaí

Serviço:
O quê: Festival de Música de Itajaí
Quando: hoje a 9 de setembro
Onde: Teatro Municipal (Rua Gregório Chaves, 110, Fazenda), Mercado Público (Praça Felix Busso Asseburg - Centro), Centreventos Itajaí (Av. Ministro Victor Konder, 303, Centro) e em frente à Casa da Cultura (Rua Hercílio Luz)
Quanto: shows, a partir de R$ 50, à venda na bilheteria do teatro, nos pontos autorizados e no Ingresso Nacional. Jam Sessions no Mercado e apresentações na rua Hercílio Luz são gratuitas.

Leia mais:

Fim de semana: confira 7 eventos que ocorrem em Santa Catarina

Artista catarinense Adri Volpi pinta painel na cidade italiana onde nasceu seu bisavô

Artista cria escultura de areia da ponte Hercílio Luz nesta sexta-feira em Florianópolis

Rubens: Show 'O Grande Encontro' é definitivamente cancelado em Joinville

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCom placar apertado, Câmara de Blumenau aprova moção de aplauso a evento sobre diversidade da Escola Elza Pacheco… https://t.co/P7qW8L1t8Qhá 2 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaAdolescente é apreendido com quatro quilos de maconha em terminal de ônibus de  Blumenau https://t.co/Ummd7eCJnm #LeiaNoSantahá 6 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca