Com câncer terminal, Mister M recusa quimioterapia e lança campanha para começar tratamento - Lazer e Cultura - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Na luta20/10/2017 | 12h10Atualizada em 20/10/2017 | 12h10

Com câncer terminal, Mister M recusa quimioterapia e lança campanha para começar tratamento

Mágico norte-americano conhecido pelo público brasileiro enfrenta um câncer de próstata

Com câncer terminal, Mister M recusa quimioterapia e lança campanha para começar tratamento TV Globo/Divulgação
Foto: TV Globo / Divulgação

Conhecido pelo público brasileiro por suas participações no Fantástico, o mágico Leonard Montano, conhecido como Mister M, luta contra um câncer de próstata. Segundo informações, Montano teria sido informado pelos médicos que tem apenas mais um ano de vida e precisa arrecadar quantia equivalente a R$ 45 mil para fazer uma cirurgia e comprar os medicamentos necessários.  O artista também teria recusado o tratamento médico convencional, a quimioterapia.

– Nos últimos cinco anos tive problemas com minha saúde. Há dois anos, fui diagnosticado com uma doença séria, que não gosto de falar o nome. O urologista disse que eu teria pouco tempo de vida. Um ano. Não quis tomar os medicamentos porque eram terríveis. Um ano depois do diagnóstico, eu ainda estava vivo, mas eu não tinha energia. Quero agradecer a todos. Eu preciso de ajuda para fazer meu tratamento e cirurgias. Os médicos querem que eu ganhe peso, mas eu não consigo. Meus amigos dizem que eu não posso desistir – falou em entrevista exibida pelo programa Balanço Geral, da Record. 

Sem o dinheiro necessário e sem poder trabalhar por conta da doença, Mister M, atualmente com 65 anos, lançou uma vaquinha virtual com a ajuda de um amigo brasileiro para arrecadar o montante necessário. 

– Cheguei a um ponto que, graças ao Fernando (Fernando Mauro Tezza, presidente da Associação dos Canais Comunitários do Estado de São Paulo), ele arrumou as coisas para me ajudar a recuperar as minhas perdas, colocar a minha saúde em dia, conseguir as cirurgias e remédios de que eu precisava e manter a minha saúde o melhor possível para que possa voltar a atuar. Quando isso acontecer, quero ir ao Brasil primeiro – declarou. 

A campanha de financiamento coletivo foi lançada pelo site Catarse. Até o momento desta publicação, o valor arrecadado era equivalente a 1% do almejado. 




Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaBlog do Pancho: Usuários do Quero-Quero aguardam aprovação da sinalização noturna do aeroporto https://t.co/xFaFqHNw36há 4 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCaminhão carregando retroescavadeira atinge pedestre na BR-470 no Vale https://t.co/3MMdwXUZnu #LeiaNoSantahá 23 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca