Catarinense que se identifica como bruxa é uma das participantes do Big Brother 2018 - Lazer e Cultura - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Da terrinha18/01/2018 | 17h23Atualizada em 18/01/2018 | 17h23

Catarinense que se identifica como bruxa é uma das participantes do Big Brother 2018

Ana Paula, 23 anos, é moradora de São José, na Grande Florianópolis

Catarinense que se identifica como bruxa é uma das participantes do Big Brother 2018 GShow / Divulgação/Divulgação
Foto: GShow / Divulgação / Divulgação

Está confirmado. Santa Catarina terá ao menos uma representante no Big Brother Brasil 2018, que estreia na próxima segunda-feira, 22 de janeiro. Ela é Ana Paula, de 23 anos, moradora de São José, na Grande Florianópolis. A catarinense, que se identifica como bruxa, também é atriz e estudante de jornalismo.  

Os nomes dos participantes estão sendo revelados aos poucos durante a programação da Rede Globo durante toda esta quinta-feira, 18. Ana Paula foi a primeira a ser revelada. O BBB 2018 vai ao ar de segunda a sábado logo após a novela O Outro Lado do Paraíso e aos domingos, após o Fantástico.

Conheça um pouco sobre Ana

Natural de São Paulo, Ana Paula se mudou para São José com 11 meses. É atriz, com registro desde os 14 anos. Começou a estudar jornalismo, largou tudo para se formar comissária de bordo, mas nunca exerceu a profissão. Não abandonou o sonho de ser atriz e passou um ano no Rio de Janeiro estudando teatro.  

Ana cresceu em uma família espiritualizada, experimentou diferentes crenças e é conhecida pelos amigos como expert em signos. Ela diz que acredita em ETs e que o pai é reptiliano — um extraterrestre. Sobre a bruxaria, ela explica que é como ser umbandista, só que acredita nas deusas. 

— Eu acredito na deusa Afrodite, no deus Posseidon. Em vez de acreditar em Jesus, estou acreditando nas deusas. Eu vou lá e acendo uma vela para Afrodite para pedir um grande amor — conta. 

Catarinense bruxa no BBB 2018
Foto: João Mello / Divulgação

Falando em amor, a catarinense está solteira. Ela conta que antes de sair com alguém sempre verifica o signo da pessoa. 

— Se acho o cara muito gato, primeiro eu beijo e depois eu falo. Mas se o cara falou que é ariano, leonino, alguma coisa assim, não bate. Não tenho nada contra, mas é que não bate com o meu, porque são dois brigões batendo cabeça. Não rola. Eu prefiro uns signos mais tranquilos. Eu gosto da paz do Senhor — explica a estudante, que prefere taurinos, cancerianos e os próprios escorpianos.

Ana se considera alegre, divertida, verdadeira e falante. Sobre a participação no Big Brother, ela diz que vai usar seu lado divertido para se dar bem e afirma que esta é a grande chance da sua vida

— Tenho os dois lados: o sério e o brincalhão. Comigo não tem meio termo. Não sei o que existe entre o 8 e o 80. Sou brincalhona e adoro fazer piadas. E acho que isso pode me ajudar no jogo.

Leia mais notícias de Entretenimento 


 
Jornal de Santa Catarina
Busca