Versão mobile

Segurança07/04/2011 | 21h52

Itajaí registra quatro casos de estupro em 15 dias

Crimes não teriam sido cometidos pelo mesmo estuprador

Enviar para um amigo

Um e-mail que relata o estupro de uma funcionária pública fez aumentar o medo das mulheres em Itajaí. A história serve de alerta, pois nos últimos 15 dias quatro casos foram registrados na Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso. O mais recente ocorreu domingo no Bairro São Vicente.

Conforme a Polícia Militar, na maioria das vezes, a própria vítima, desatenta, dá oportunidade ao criminoso (veja tabela com dicas).

_ O perfil geralmente é o mesmo. O criminoso escolhe mulheres mais jovens. Nestes últimos quatro casos, as vítimas tinham entre 19 e 30 anos _ conta a delegada Honorata Cachoeira Rodrigues, que não relaciona um caso ao outro.

Segundo ela, apesar da relevância do crime de estupro, muitas mulheres acabam não levando o caso à diante. Geralmente por vergonha e até medo, já que é necessário fazer o reconhecimento do suspeito.

_ A gente orienta a denúncia, de preferência imediata. Assim, é mais fácil identificar e localizar o suspeito. Devemos pensar que, com ele solto, mais mulheres podem ser vítimas _ fala Honorata.

Vítimas têm direito ao acompanhamento

Depois de registrado o boletim de ocorrência, as mulheres vítimas de estupro passam por dois procedimentos. O primeiro é o tratamento profilático. Por meio de medicamentos, as mulheres conseguem evitar gravidez e doenças infecciosas que possam ter sido contraídas durante o estupro. Neste caso, o tratamento só faz efeito se aplicado até 72 horas após o crime. O segundo procedimento, caso a mulher queira, é o encaminhamento ao psicólogo para a recuperação do trauma.

PROTEJA-SE

- Procure andar em locais com circulação frequente de pessoas 
- Ao estacionar o carro, tente encontrar vagas com boa iluminação. Evite parar embaixo de árvores. Em pátios de supermercado, o ideal é procurar estacionamento próximo da porta de entrada
- Avise os familiares ou amigos onde você está indo
- Se estiver a pé, evite andar próximo a muros e paredes. Caminhe próximo à rua. Assim, em caso de abordagem, fica mais fácil correr ou pedir socorro
- Se estiver dirigindo, mantenha as portas trancadas e vidros fechados, especialmente à noite. Ao se aproximar de semáforos, diminua a velocidade e tente não parar completamente. Se for necessária a parada, mantenha distância de pelo menos dois metros do outro veículo. Assim, é possível manobrar, caso precise sair rapidamente do local
- A qualquer sinal de perigo, avise a Polícia Militar pelo 190

Fonte: Luciano Gabriel Thiele, capitão da Polícia Militar de Itajaí

 

JORNAL DE SANTA CATARINA

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPolarização entre Dilma e Marina apaga Aécio http://t.co/smTyIHgm5z Foto: Orlando Brito / Divulgação http://t.co/18Bvyd1jIBhá 5 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaImagens do possível Iphone 6 vazam na web http://t.co/mxt2t48X22 Foto: Reprodução http://t.co/cRzafDXOgShá 28 minutosRetweet
clicRBS
Nova busca - outros