Falha na distribuição de água causou intoxicação de funcionários em Jaraguá do Sul - Jornal de Santa Catarina: notícias de Blumenau, Vale do Itajaí e SC

Versão mobile

31/05/2011 | 17h32

Falha na distribuição de água causou intoxicação de funcionários em Jaraguá do Sul

Empresa WEG divulgou que 530 trabalhadores do parque fabril 2 apresentaram os sintomas e que já foram medicados

A indústria WEG, de Jaraguá do Sul, afirmou nesta terça-feira que ao menos 530 funcionários apresentaram sintomas como enjoo, vômito e diarreia, desde sábado passado.

Segundo a nota oficial divulgada pela empresa, uma falha na distribuição de água potável em prédios do parque fabril 2, que fica na avenida Waldemar Grubba, ocasionou a intoxicação nos funcionários. Todos os trabalhadores que teriam sido contaminados trabalhavam neste setor da empresa.

De acordo ainda com a nota oficial, a falha na distribuição já foi corrigida, e todas as medidas necessárias para evitar o problema estão sendo tomadas, como a limpeza das caixas d'água do parque fabril 2 e a troca dos filtros.

Os funcionários foram proibidos de usar os bebedouros e estão recebendo água mineral. O chefe de Comunicação Institucional do Grupo WEG, Caio Mandolesi, informou, ainda, que foram coletadas amostras de água de diferentes pontos do parque fabril que foram enviadas para análise e exames de cultura.

Com isso, a hipótese de contaminação pela comida foi totalmente descartada pela empresa.

— Já foram feitos exames e não foi encontrado nenhum problema. Além disso, foi aplicado um questionário aos trabalhadores intoxicados e o ponto comum entre eles é que todos ingeriram a água — explicou o chefe de Comunicação.

A falha já foi corrigida e até que todas as caixas de água sejam examinadas, higienizadas e recebam filtros novos, a empresa continuará fornecendo água mineral a todos os colaboradores da extensão do parque fabril 2.

A empresa aguarda agora os resultados dos novos exames laboratoriais para garantir a efetividade das ações corretivas tomadas. O relatório realizado pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Jaraguá do Sul (Samae) já foi entregue à WEG, e segundo o assessor de imprensa da autarquia, Vinicius Schweighofer, foi constatado que a água fornecida à empresa não apresentava problemas.

— Se fosse alguma contaminação na água do Samae, mais moradores teriam apresentado problemas, e não somente funcionários da Weg — declarou o assessor.

O responsável pela Vigilância Sanitária de Jaraguá do Sul, Walter Clavera, informou que as análises das amostras ainda não estão prontas.

— O resultado deve levar pelo menos um mês — afirmou.

Clavera ainda comentou que, na tarde desta terça-feira, o movimento no ambulatório da empresa e no pronto-socorro do Hospital e Maternidade Jaraguá - para onde os funcionários estavam sendo encaminhados - diminuiu consideravelmente.

— Não foi registrado nenhum caso de intoxicação mais grave e ninguém foi internado — lembra o responsável pela Vigilância.

O presidente do Sindicatos dos Trabalhadores Metalúrgicos de Jaraguá do Sul, Vilmar Garcia, foi procurado para comentar o assunto, mas afirmou que só irá se manifestar sobre a situação nesta quarta-feira.

Cobrança de medicamentos

Um funcionário que preferiu não se identificar denunciou que a WEG estaria cobrando pelos medicamentos aplicados no ambulatório da empresa aos funcionários que foram intoxicados.

Mas o chefe de Comunicação Institucional do Grupo WEG, Caio Mandolesi, desmentiu a informação. Segundo ele, cobrar por medicamentos no ambulatório da empresa é um procedimento comum, e o valor é descontado na folha salarial. Porém, neste caso de intoxicação, como muitos funcionários apresentaram os sintomas, nenhuma cobrança será feita.
 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaGoverno de SC pretende desistir de empréstimo de R$ 800 milhões no BB https://t.co/QNhWO9le9T #LeiaNoSantahá 44 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCarolina Bahia: a coerência de Cármen Lúcia https://t.co/xZgyKRKzuo #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros