Emergência do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres de Lages reabre nesta sexta-feira - Jornal de Santa Catarina: notícias de Blumenau, Vale do Itajaí e SC

Versão mobile

01/06/2011 | 12h31

Emergência do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres de Lages reabre nesta sexta-feira

Funcionários aceitaram uma das propostas das Secretarias Municipal e Estadual de Saúde

Emergência do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres de Lages reabre nesta sexta-feira Vani Boza/Agencia RBS
A greve dos médicos no HNSP de Lages começou no dia 2 de maio Foto: Vani Boza / Agencia RBS

Depois de seis dias de portas fechadas, o corpo clínico do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (HNSP), de Lages, decidiu, em assembléia nesta terça, aceitar uma das propostas da Secretaria Municipal e Estadual de Saúde e a direção do hospital. A emergência retomará os atendimentos na sexta-feira.

O aumento reivindicado pelos médicos era de R$ 50 para R$ 80 na hora de plantão, e de R$ 16,66 para R$ 26,66 na hora de sobreaviso, que representa um terço do valor da hora de plantão. A negociação consolidou em R$ 60 na hora de plantão e um terço no sobreaviso.

A emergência manterá os quatro especialistas presenciais, e acrescentará um especialista no sobreaviso, o que vai totalizar seis profissionais. Além disso, os especialistas receberão um valor adicional por chamada fora da hora do plantão e sobreaviso.

Segundo o secretário de saúde, Juliano Polese, foi instituído um fundo no valor de 1,6 milhões destinado a cobrir os custos médicos do HNSP. Esse valor vai ser subsidiado pelo município, juntamente com o Estado e o próprio hospital. A porcentagem pela qual cada um irá se responsabilizar ainda não foi definida.

Ainda segundo o secretário, o acordo firmado nesta terça garante o funcionamento da emergência até 31 de dezembro, porém, em um prazo de 120 dias, uma decisão definitiva deverá ser apresentada para o hospital. Essa decisão trará novos avanços para o hospital, como melhoria na estrutura e aumento das especialidades.

— O acordo é sim definitivo, desde que todos cumpram com suas responsabilidades.

O diretor do hospital, Canísio Winkelmann, acredita que o acordo veio tranquilizar a população lageana e regional.

— Foi uma conjunção de interesses. Quem sai ganhando com isso é a comunidade — afirmou.

Os municípios da Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures), que utilizam o serviço de emergência e não se manifestaram a auxiliar financeiramente o HNSP continuarão podendo usufruir dos serviços. O secretário acredita que nos próximos 120 dias novas ideias surjam e que espera que esses municípios revejam suas obrigações.

— Cada município é responsável pelo serviço de urgência e emergência de seus munícipes. Lages reassume esse papel de servidor agora, mas novas alternativas terão que ser construídas para melhorar as condições de atendimento na região — disse.

Até a noite de amanhã o corpo clínico do hospital deverá repassar para a secretaria de saúde o documento que formalizará o acordo. Até lá os médicos reorganizarão suas escalas de trabalho, para na sexta-feira a emergência reabrir suas portas para Lages e região.

DIÁRIO CATARINENSE

Notícias Relacionadas

27/05/2011 | 23h28

Com crise em hospital, Lages monta operação de emergência para atender pacientes

Pronto Atendimento reforçou a equipe e unidades móveis da região estão à disposição

26/05/2011 | 22h28

Médicos param e emergência do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, em Lages, fecha as portas

Especialistas querem reajuste na hora plantão; pacientes devem ser levados a outros hospitais da região

24/05/2011 | 21h37

Médicos entram em greve e pacientes ficam sem atendimento no maior hospital da Serra

Cerca de 30 médicos especialistas pararam de atender no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres no último dia 2, eles querem reajuste na hora plantão

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaOperação em Brusque prende suspeitos de ligação com facção criminosa https://t.co/pI1yETY23R #LeiaNoSantahá 3 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaUniversidades catarinenses contestam o novo Fies https://t.co/iNqEnPSJ7D #LeiaNoSantahá 20 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros