Força de fora: percentual de vitória de mandante é menor que 50% no Catarinense 2018 - Jornal de Santa Catarina: notícias de Blumenau, Vale do Itajaí e SC

Versão mobile

 

Estadual13/03/2018 | 13h38Atualizada em 13/03/2018 | 13h38

Força de fora: percentual de vitória de mandante é menor que 50% no Catarinense 2018

A 13ª foi a segunda rodada do Estadual em que os times que jogaram em casa não conseguiram vencer

Força de fora: percentual de vitória de mandante é menor que 50% no Catarinense 2018 Hercílio Luz/Divulgação
Fora de casa, Inter de Lages fez o maior placar da 13ª rodada Foto: Hercílio Luz / Divulgação
João Lucas Cardoso
João Lucas Cardoso

joao.lucas@somosnsc.com.br

Os times do Campeonato Catarinense 2018 têm tido mais dificuldades para fazerem valer o mando de campo em suas partidas. Fechada a 13ª rodada do Estadual, o percentual de vitória da equipe anfitrião chegou a 47,7%, enquanto a média “normal” de uma competição é de que esta porcentagem se mantenha entre os 50% e 60%. Foram três empates – todos nas partidas de domingo e por 1 a 1 – e duas vitórias dos visitantes. Destaque para o Inter de Lages, que somou os primeiros pontos fora de casa na competição e com o maior placar da rodada, o 3 a 1 sobre o Hercílio Luz, no Anibal Costa.

Foi a segunda rodada deste Campeonato Catarinense em que nenhum dos cinco mandantes conseguiu a vitória. A anterior, havia sido a 11ª rodada. Aquela, porém, foi de aproveitamento maior de quem jogou como visitante. Nesta foram duas vitórias e três empates, enquanto a anterior teve três triunfos e dois placares fechados na igualdade. O curioso é que até então, a última série de jogos em que os anfitriões não venceram havia sido no Estadual de 2016. Nesta edição, já são duas rodadas dos visitantes.

Assim como o percentual de vitória dos mandantes, tem caído a média de gols do Campeonato Catarinense. A cada rodada a quantidade de redes balançadas tem ficado abaixo e dos 2,34 da rodada dos visitantes, a 11ª, agora chegou aos 2,32. A artilharia do certame não mexeu e segue com Rafael Grampola, do Joinville, com seus sete e na dianteira. Ele é seguido por André Luis (Figueirense) e Lima (Hercílio Luz), com seis tentos cada.

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

 
Jornal de Santa Catarina
Busca