James comanda vitória da Colômbia e elimina Polônia no grupo H - Jornal de Santa Catarina: notícias de Blumenau, Vale do Itajaí e SC

Versão mobile

 

Kazan24/06/2018 | 17h11

James comanda vitória da Colômbia e elimina Polônia no grupo H

AFP
AFP

Comprometida na marcação e fatal no ataque, a Colômbia venceu a Polônia por 3 a 0, neste domingo em Kazan, para se manter viva no grupo H e sentenciar a eliminação do time liderado por Robert Lewandowski.

Yerry Mina (40 minutos), Radamel Falcao (70) e Juan Cuadrado (75) fizeram os gols que mantiveram vivo o sonho colombiano de classificação às oitavas de final. Os sul-americanos estão na terceira colocação com três pontos, atrás dos líderes Japão e Senegal, que têm quatro unidades cada.

Depois de ficar de fora da Copa do Mundo do Brasil-2014 por conta de lesão, Falcao marcou seu primeiro gol em mundiais. Já James mostrou categoria para liderar a equipe com bons passes e duas assistências, sendo eleito pela Fifa o melhor jogador da partida.

Na rodada decisiva, a Colômbia enfrenta Senegal por uma vaga nas oitavas de final, em Samara, enquanto o Japão encara a eliminada Polônia em Volgogrado. O grupo está em aberto e os jogos decisivos serão disputados dia 28 de junho, às 11 horas pelo horário de Brasília.

- Jogo quente -

Principais nomes de suas equipes e companheiros de Bayern de Munique, James Rodríguez e Robert Lewandowski se abraçaram após a execução dos hinos nacionais. Mas quando a bola rolou, a amizade ficou de lado e os poloneses partiram para cima colocando fogo no jogo.

As duas equipes precisavam da vitória para se manterem com chances reais de classificação. Ao mesmo tempo, quem perdesse estaria eliminado do torneio, deixando o jogo tenso e com muitas faltas duras nos minutos iniciais.

A Polônia começou melhor nos primeiros cinco minutos, mas a Colômbia equilibrou o embate pressionando a saída de bola e aumentando a intensidade da marcação. A partir daí, os sul-americanos tomaram conta do jogo e buscavam jogadas pelas laterais, com Juan Cuadrado sendo a melhor alternativa ofensiva.

Depois de gerar as principais, e poucas, chances de gol, o atacante de Juventus conseguiu escanteio partindo para cima da zaga polonesa. James Rodríguez cobrou curto e recebeu de volta em passe de Quintero pelo lado direito. O camisa 10 levantou a cabeça e cruzou com maestria para Yerry Mina, que subiu com autoridade na pequena área e cabeceou para as redes, aos 40.

- James dita o ritmo -

Com a desvantagem no placar e a iminente eliminação, a Polônia precisou partir para cima no segundo tempo em busca do empate. Mas a Colômbia continuou melhor e tinha mais uma arma na cartola: o contra-ataque.

Aos cinco minutos, o primeiro deles veio novamente com Cuadrado, que recebeu em velocidade pelo lado direito e rolou para a chegada de Falcao pelo meio. O camisa 9 bateu de primeira, mas não pegou bem e mandou para fora.

A melhor chance polonesa em todo jogo só veio aos 12 minutos da segunda etapa, quando Lewandowski recebeu lançamento nas costas da zaga, dominou com a ponta da chuteira e encheu o pé com a canhota, exigindo defesa corajosa de Ospina.

A Colômbia demonstrava concentração e comprometimento com a marcação, complicando o jogo polonês. Do outro lado, os europeus insistiam em bolas altas buscando Lewandowski, mas o centro-avante estava isolado e bem marcado por Mina e Sánchez, excelentes no jogo aéreo.

O time colombiano estava um grande dia.

Aos 25, Quintero recebeu na intermediária e enfiou nas costas da zaga para Falcao. O centro-avante não tremeu na frente do goleiro e bateu de três dedos para ampliar a vantagem e balançar as redes. Foi o primeiro gol do camisa 9 em uma Copa do Mundo, depois do drama do corte por lesão na edição passada.

Cinco minutos depois, James Rodríguez deu passe espetacular para acionar Cuadrado no contra-ataque. O atacante acelerou e tocou na saída do goleiro para sentenciar a eliminação polonesa.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca