Mísseis israelenses atingem sudoeste da Síria - Jornal de Santa Catarina: notícias de Blumenau, Vale do Itajaí e SC

Versão mobile

 

Damasco11/07/2018 | 23h48

Mísseis israelenses atingem sudoeste da Síria

AFP
AFP

Ataques aéreos israelenses atingiram nesta quarta-feira posições do Exército sírio no sudoeste do país, na região das Colinas de Golã, informou a agência estatal SANA.

"A aviação do inimigo israelense lançou vários mísseis, contra distintas posições do Exército", na província de Quneitra, causando danos materiais, revela o comunicado.

O Exército hebreu confirmou no Twitter que atacou "três posições militares na Síria, em resposta à infiltração de um veículo aéreo não tripulado (UAV) em Israel a partir da Síria, que foi interceptado".

As forças de Israel afirmam sua determinação para "atuar com firmeza contra qualquer tentativa de atingir civis israelenses ou violar sua soberania".

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), uma ONG baseada no Reino Unido, informou que os mísseis atingiram o norte da província e vários pontos ao longo da fronteira na região de Golã.

"Os disparos de mísseis caíram na zona de Hadar, no norte de Quneitra, e outros atingiram posições das forças do regime e seus aliados nas proximidades das localidades de Baath e Jaba", segundo o OSDH.

Até o momento não há informações sobre vítimas fatais.

Inicialmente, a SANA informou que os mísseis tinham sido derrubados pela defesa antiaérea.

Mais cedo nesta quarta-feira, o Exército hebreu revelou ter interceptado um drone procedente da Síria graças ao sistema antimísseis, desencadeando um alerta nas Colinas de Golã, anexadas em grande parte por Israel.

Trata-se "de um drone sírio não armado que parecia realizar uma missão de levantamento de informação", declarou o porta-voz militar Jonathan Conricus.

Não está claro se o drone sobrevoou a linha de cessar-fogo com Israel sem querer.

Israel está atento nas últimas semanas aos combates no sul da vizinha síria e advertiu que devem ser respeitadas as linhas de cessar-fogo entre os dois países.

Alguns disparos da guerra na Síria atingiram a região das Colinas de Golã controladas por Israel.

O regime sírio tenta expulsar os rebeldes das províncias de Quneitra e Deraa, onde começaram os protestos que deram origem à guerra civil, em 2011.

Damasco já recuperou mais de 80% da província de Deraa desde o início da atual ofensiva, em 19 de junho, após uma campanha de bombardeios e acordos com a oposição.

* AFP

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaEntrada da Rua Alberto Stein, em Blumenau, ficará interditada até sexta-feira https://t.co/E7ZOYhN4dY #LeiaNoSantahá 6 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaMotorista embriagado bate em carro estacionado e é preso em Balneário Camboriú https://t.co/mRqnhrNnm2 #LeiaNoSantahá 8 horas Retweet

Mais sobre

Jornal de Santa Catarina
Busca