Conheça os potenciais candidatos a substituir a premiê britânica - Jornal de Santa Catarina: notícias de Blumenau, Vale do Itajaí e SC

Vers?o mobile

 
 

Londres11/12/2018 | 10h19

Conheça os potenciais candidatos a substituir a premiê britânica

AFP
AFP

O destino da primeira-ministra conservadora britânica, Theresa May, estreitamente ligado à aprovação ou não do acordo do Brexit, pode mudar da noite para o dia.

A seguir, uma lista de potenciais sucessores dentro do Partido Conservador:

- Boris Johnson, o eterno rival -

O ex-prefeito de Londres foi um dos líderes da vitória do Brexit no referendo de 2016.

Nomeado ministro das Relações Exteriores imediatamente após a votação por Theresa May, não parou de criticar a primeira-ministra por sua estratégia nas negociações com Bruxelas antes de renunciar em julho para virar um de seus maiores rivais dentro do Partido Conservador.

Carismático, popular e politicamente hábil, "Bojo", 54 anos, também provoca divisões no partido, o que gera críticas. Muitos também questionam seu balanço como chefe da diplomacia.

- Sajid Javid, o consensual -

Ex-executivo de um grande banco, filho de um motorista de ônibus paquistanês, o ministro do Interior Sajid Javid, 49 anos, é a face de um Reino Unido moderno e multicultural e uma personalidade influente do Partido Conservador.

Em apenas alguns meses como ministro ganhou o respeito de muitos, especialmente por sua administração de um escândalo sobre o tratamento dos filhos de imigrantes caribenhos, conhecidos como geração "Windrush".

É partidário do thatcherismo e do livre comércio. Apesar de ser eurocético, se pronunciou contra o Brexit no referendo de 2016.

- Amber Rudd, a herdeira -

Eleita deputada em 2010 após uma carreira no setor de Finanças e no jornalismo econômico, acompanhou May em sua ascensão ao poder, um apoio que rendeu frutos: primeiro o minitério do Interior e depois a pasta do Trabalho.

Com reputação de trabalhadora e eficiente, Amber Rudd, 55 anos, foi eleita "ministra do ano em 2015" pela revista conservadora The Spectator por seu trabalho à frente do ministério da Energia.

Ponto frágil? A reputação de pró-europeia, que pode pesar em uma campanha para assumir o posto de chefe de Governo.

- Michael Gove, o desleal -

Aspirar novamente o posto de primeiro-ministro não seria uma novidade para Michael Gove, 51 anos, que fez uma tentativa após a renúncia de David Cameron em 2016.

Ministro do Meio Ambiente e grande inimigo dos plásticos descartáveis, este eurocético, braço direito de Boris Johnson durante a campanha do referendo, é um dos mas ferrenhos defensores do Brexit dentro do governo de May.

Mas no momento de entrar na disputa pode ser afetado pela nada agradável reputação de traidor de seus amigos políticos.

- Dominic Raab, o aspirante -

"Sempre disse que não descartava", responde o deputado ultraliberal de 44 anos ao ser questionado se aspira o comando do Executivo.

Fervoroso adepto da saída da UE, este praticante de caratê e boxe, advogado especializado em direito internacional, foi ministro para o Brexit entre julho e novembro, antes de renunciar por discordar do texto negociado por May com a UE, que considera "ruim para nossa economia e nossa democracia".

- Jeremy Hunt, o novato -

O ministro das Relações Exteriores Jeremy Hunt, 52 anos, defendeu a permanência na UE em 2016, antes de mudar de opinião, decepcionado com a atitude "arrogante" de Bruxelas nas negociações.

O ex-empresário, fluente em japonês, ganhou a reputação de político que não teme os desafios, depois de presidir por seis anos o Serviço Nacional de Saúde (NHS), que enfrentava uma profunda crise.

- Os 'outsiders' -

Penny Mordaunt: figura ascendente dos tories, a ministra do Desenvolvimento Internacional, 45 anos, recentemente publicou um artigo na internet em que critica a falta de liderança à frente do país.

Esther McVey: ex-ministra do Trabalho, 51 anos, pediu demissão em novembro, decepcionada com o acordo negociado com a UE. "Se as pessoas pedirem, então eu pensaria seriamente", afirmou sobre o posto de chefe de Governo.

* AFP

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaServidores de Blumenau recusam proposta da prefeitura e aderem a estado de greve https://t.co/doKJbXBooKhá 3 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaMeninas de Blumenau são superadas no ABC Paulista, e somam cinco derrotas seguidas https://t.co/grwVnKuz7Ihá 3 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
Imprimir