Grupo armado bloqueia campo de petróleo na Líbia - Jornal de Santa Catarina: notícias de Blumenau, Vale do Itajaí e SC

Vers?o mobile

 

Trípoli10/12/2018 | 13h25

Grupo armado bloqueia campo de petróleo na Líbia

AFP
AFP

A Companhia Nacional de Petróleo da Líbia (NOC) anunciou nesta segunda-feira (10) o bloqueio por um grupo armado de um de seus maiores campos de petróleo no sudeste do país.

Em comunicado publicado em seu site, a NOC disse ter declarado estado de "força maior" para o campo de Al-Sharara, administrado pela empresa Akakus, uma joint-venture entre a NOC, a Repsol espanhola, a francesa Total, a austríaca OMV e a norueguesa Statoil.

Localizado 900 km ao sul de Trípoli, este campo é um dos maiores da Líbia. Produz 315 mil barris por dia (bd), de um total de produção líbia de um milhão de bd, segundo a NOC.

O estado de força maior, decretado em circunstâncias excepcionais, permite a isenção da responsabilidade da empresa, caso os contratos de entrega de petróleo não sejam respeitados.

A empresa acusou uma "milícia", que "alega pertencer aos guardas das instalações petrolíferas", de ter ocupado o local.

Este bloqueio também afetará a produção nos campos vizinhos de Al-Fil (73.000 bd), que recebe energia do Al-Sharara, lamentou a NOC, que fala de uma perda de 32,5 milhões de dólares por dia.

As estruturas petrolíferas são frequentemente alvos de ataques de grupos armados rivais, ou ocupações por tribos, ou milícias com demandas sociais.

A Líbia está mergulhada no caos desde da queda de Muammar Khaddafi em 2011, e é atualmente dirigida por duas entidades rivais: o Governo de Unidade Nacional (GNA, com sede em Trípoli) reconhecido pela comunidade internacional, e um gabinete paralelo instalado no leste.

* AFP

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaTCE recebe consulta para unificação de Balneário Camboriú e Camboriú https://t.co/58mYf9XjUkhá 29 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaHomem é preso na BR 101, em Itajaí, por adulterar placa de caminhão com fita adesiva https://t.co/HxedgTfujghá 29 minutosRetweet

Mais sobre

Jornal de Santa Catarina
Busca