Sustentabilidade IPEL - Jornal de Santa Catarina: notícias de Blumenau, Vale do Itajaí e SC

Versão mobile

Consciência ambiental e sustentabilidade trazem reconhecimento para empresas

Ipel Indaial Papel é exemplo de instituição que preza pelo meio ambiente em todos os seus processos e recebe reconhecimentos por isso

Um dos bens que faz parte do nosso dia a dia e que mais subestimamos é o papel higiênico. Item indispensável de higiene, o consumo deste produto só tem aumentado nos últimos anos na América Latina, acompanhando o aumento do poder aquisitivo da população. Um levantamento da consultoria Pöyry apontou que, em 2016, só no Brasil houve um crescimento de 2% do consumo do papel tissue em relação ao ano anterior.

No ano passado, o consumo brasileiro de papel higiênico foi de 1,121 milhão de toneladas, uma média de 5,4 kg por pessoa. A produção em escala para atender a grande demanda deste material de higiene tão essencial na nossa rotina requer processos industriais eficientes e organizados. Uma indústria de papel, porém, será potencialmente poluidora se não adotar as medidas corretas para produzir causando o mínimo de impacto possível no meio ambiente.
Se grandes empresas têm aval para retirar recursos da natureza, elas também têm o dever de retribuir de alguma forma com ações socioambientais e fazer mais do que o previsto na legislação ambiental.

Cumprindo seu papel de combinar eficiência, tecnologia, qualidade e sustentabilidade, a Ipel Indaial Papel é um exemplo de instituição que preza pela sustentabilidade em todos os seus processos de produção de papel, entendendo que, além de beneficiar o meio ambiente, ser sustentável também é uma forma de manter os negócios em ordem. É por isso que toda a matéria prima dos produtos Ipel Indaial Papel são oriundos de madeiras de áreas de reflorestamento e passam por processos que prezam pela economia de recursos, sem abrir mão da qualidade dos produtos.

De acordo com o Osmar de Souza, coordenador de Controle Ambiental da Ipel Indaial Papel, ao longo dos 33 anos de história, a empresa tem investido muito para se manter sustentável tanto interna quanto externamente.

- Temos vários projetos ambientais externos voltados para a sustentabilidade, como alguns que promovem educação ambiental em instituições de ensino como faculdades, escolas, e principalmente em creches, onde desempenhamos um papel importante na vida das crianças para desenvolver o potencial que elas têm de tomar conta do meio ambiente - conta.

Internamente, além do uso de matéria prima proveniente de fontes adequadas, projetos que prezam pela sustentabilidade fazem parte do dia a dia dos colaboradores e dos gestores da empresa. Há uma busca contínua para manter o foco na otimização de uso de recursos, além de uma preocupação em ir além em medidas de inovação socioambiental. Um exemplo é o tratamento de água, que passa por um tratamento específico:

- Temos 100% de eficiência no tratamento de água. Nós devolvemos para a bacia hidrográfica uma água mais tratada do que retiramos. Hoje, a Ipel Indaial Papel trata a água e reaproveita em torno de 30% a 40% dela em seus processos - explica Osmar.
Além do tratamento de água, outros projetos sustentáveis se destacam.

- A organização observou que, ao final de um processo de fabricação de papel, os resíduos de fibras de celulose poderiam ser reutilizados como matéria-prima na fabricação de cerâmicas - relata Osmar.

Então, os resíduos passaram a ser destinados à fabricação de tijolos. O processo de reciclagem rendeu à empresa o troféu no prêmio Fritz Müller nesta categoria, um reconhecimento concedido pela Fatma (Fundação do Meio Ambiente) que ressalta a importância de seus esforços em se manter ambientalmente correta.

Certificação FSC atesta o comprometimento com o meio ambiente

A Ipel Indaial Papel produz bens de consumo descartáveis, mas nem por isso deixa de ser sustentável. A instituição é detentora da certificação FSC (Forest Stewardship Council, ou Conselho de Manejo Florestal), um dos selos verdes mais reconhecidos do mundo, fornecido pela ONG sem fins lucrativos que busca promover o manejo florestal responsável pelo mundo. A conquista do selo FSC é comprovação de que os esforços da Ipel Indaial Papel em se manter ambientalmente consciente são reconhecidos e servem de inspiração para pessoas e empresas que buscam formas de inovar neste cenário.

Jornal de Santa Catarina
Busca