Eleições 2016: candidatos a prefeito em Florianópolis arrecadaram 2,1% do limite de gastos - Política e Economia - Santa

Política09/09/2016 | 17h53Atualizada em 09/09/2016 | 19h25

Eleições 2016: candidatos a prefeito em Florianópolis arrecadaram 2,1% do limite de gastos

Valores chegaram a R$ 548.785 até esta sexta-feira, diante de um limite de R$ 25,3 milhões

Eleições 2016: candidatos a prefeito em Florianópolis arrecadaram 2,1% do limite de gastos Montagem/
Foto: Montagem

Os dados cadastrados até as 15h desta sexta-feira no sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que os candidatos a prefeito em Florianópolis arrecadaram até agora, juntos, R$ 548.785 — o que significa 2,1% dos R$ 25,3 milhões do limite de gastos dos sete concorrentes somados.

A importância e a necessidade do voto consciente

Nas informações da Capital, os candidatos Elson Pereira (PSOL) e Maurício Leal (PEN) aparecem sem nenhum valor declarado de arrecadação ou despesa. Ainda nas despesas, Angela Albino (PCdoB), Angela Amin (PP) e Gabriela Santetti (PSTU) também não têm gasto registrado. O candidato que mais arrecadou foi Gean Loureiro (PMDB), com R$ 236 mil. A que menos angariou fundos foi Gabriela Santetti, com R$ 12.955.

Saiba quem são os candidatos a prefeito e vice nas principais cidades de SC

Na origem do dinheiro arrecadado, há variação entre os candidatos. Angela Albino teve 90% dos valores vindos do seu partido, enquanto Angela Amin, Gabriela, Gean e Murilo concentram em doações de pessoas físicas. Angela Amin, entre os que já arrecadaram algum recurso, foi a única que não pôs dinheiro do próprio bolso na campanha.

Pesquisa Ibope mostra disputa polarizada e empate técnico na corrida pela prefeitura de Florianópolis

O posto de maior doador de campanha é ocupado pela mesma pessoa nos rankings de Angela Amin e de Gean Loureiro: o empresário do setor de tecnologia Jorge Luiz Savi de Freitas deu R$ 100 mil para a pepista e R$ 150 mil para o peemedebista. Na arrecadação de Murilo Flores, o principal doador é o ex-senador Jorge Konder Bornhausen, pai do presidente do PSB catarinense, Paulinho Bornhausen, com R$ 25 mil.

Confira mais dados da campanha em Florianópolis:



 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaSC Que Dá Certo encerra primeira edição com resultados positivos e sucesso de público  https://t.co/r7zQlLXXxm #LeiaNoSantahá 49 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaTRE confirma candidatura de Clésio Salvaro à prefeitura de Criciúma https://t.co/FZTpWvUoAH #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros