Joinville deve ter eleição para prefeito decidida em segundo turno, aponta Ibope - Política e Economia - Santa

Eleições 201630/09/2016 | 19h31Atualizada em 30/09/2016 | 19h31

Joinville deve ter eleição para prefeito decidida em segundo turno, aponta Ibope

Levantamento confirma liderança de Udo Döhler (PMDB) e mostra Darci de Matos (PSD) e Marco Tebaldi (PSDB) disputando a outra vaga no segundo turno

Joinville deve ter eleição para prefeito decidida em segundo turno, aponta Ibope Arte/A Notícia
Foto: Arte / A Notícia

Joinville deverá ter a eleição para prefeito decidida em segundo turno, com o prefeito Udo Döhler (PMDB) garantido em uma das vagas e aguardando a definição da disputa entre o deputado estadual Darci de Matos (PSD) e o deputado federal Marco Tebaldi (PSDB) pela segunda posição. Esse é o cenário apresentado pela última pesquisa Ibope contratada pela RBS TV antes da votação deste domingo.

A nova rodada da pesquisa traz variações em relação à anterior, publicada no dia 16 de setembro. Udo Döhler avançou três pontos dentro da margem de erro de quatro pontos percentuais — tinha 33% e agora aparece com 36%. Embora ainda haja empate técnico, no limite da margem de erro, Darci de Matos aparece numericamente à frente de Marco Tebaldi: 23% a 17%.

Houve uma inversão de posições entre o pessedista e o tucano em relação ao levantamento anterior. Darci oscilou positivamente de 20% para 23% enquanto Tebaldi teve uma queda de cinco pontos percentuais, acima da margem de erro — de 22% para 17%. O ex-prefeito Carlito Merss (PT) manteve os 6% da pesquisa anterior e os demais candidatos, somados, também alcançam 6%.

Em votos válidos, excluindo brancos, nulos e eleitores indecisos, Udo Döhler teria 40%. O peemedebista precisaria superar a marca dos 50% para vencer em primeiro turno.

O Ibope realizou cenários de segundo turno entre os três candidatos mais bem colocados nas pesquisas anteriores. As simulações de segundo turno apresentam empate técnico no cenário entre Darci de Matos e Udo Döhler. O candidato do PSD aparece numericamente à frente do atual prefeito, com 45% a 40%. Os dois candidatos apresentam vantagem acima da margem de erro ao confrontarem Marco Tebaldi. Darci faria 44% contra 34% do tucano. Udo venceria Tebaldi por 46% a 35%.

O Ibope também perguntou em quais candidatos os joinvilenses não votariam e constatou aumento na rejeição dos principais nomes na disputa. Carlito é o líder no quesito, com 57% de rejeição — eram 51% na pesquisa anterior. Doutor Xuxo (PP) consolidou o segundo lugar, passando de 24% para 33%.

A rejeição a Udo Döhler voltou a subir depois de ter despencado entre a primeira e a segunda pesquisa — de 37% para 22% e agora está em 29%. Marco Tebaldi é o quarto com 26%, cinco pontos a mais do que na última pesquisa. Darci de Matos continua sendo o menos rejeitado entre os candidatos, mas viu o índice crescer de 8% para 12%.

A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança  é de 95%. Isso quer dizer que, se levada em conta a margem de erro, a probabilidade do resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa ouviu 602 pessoas entre os dias 27 e 29 de setembro e está registrada no TRE-SC  com o número 08713/2016.

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros