Moacir Pereira: "Lideranças discutem melhorias e risco de colapso na BR-101" - Política e Economia - Santa

Opinião19/09/2016 | 10h13

Moacir Pereira: "Lideranças discutem melhorias e risco de colapso na BR-101"



Duas informações foram levadas à reunião da Câmara de Transporte e Logística da Fiesc por seu presidente, o empresário Mário Cesar de Aguiar. Anunciou que um grupo paritário está concluindo estudos sobre a mudança do sistema de cobrança de pedágio na BR-101 em Santa Catarina. Passaria de postos fixos a tarifas por quilômetro rodado.

A segunda veio em forma de advertência. O contrato de concessão da BR-101 com o grupo Arteris tem validade até 2032. As principais obras de melhoria da rodovia federal, com passarelas, vias marginais, viadutos e sinalizações, estão praticamente concluídas. A rigor, falta apenas o contorno viário da Grande Florianópolis.

Neste fim de 2016 já há problemas sérios de engarrafamentos gigantescos que se formam muitas vezes por um acidente menor ou por obras indispensáveis na pista de rolamento.

Durante a temporada, há regiões congestionadas que prejudicam milhares de pessoas e travam a economia, em função do transporte de carga. Exemplos maiores estão em Balneário Camboriú e Porto Belo.

O empresário Mário Cesar Aguiar defende estudos criteriosos urgentes para definir onde há necessidade de novas vias marginais para tirar o fluxo de veículos da estrada duplicada, medidas das prefeituras para evitar que problemas urbanos afetem diretamente a BR-101. E, sobretudo, novas obras para evitar o que chamou de “risco de colapso”.

Atualmente, a BR-101 está bem sinalizada, o asfalto em constante conservação e as tarifas nos postos são bem razoáveis. Paga-se até relativamente pouco se considerar a segurança da rodovia. E, sobretudo, se houve comparação com as estradas mantidas pelo DNIT, com graves problemas de falta de sinalização, buraqueira e congestionamentos.


Rejeição
O Ibope revelou na segunda pesquisa em Joinville uma redução significativa dos índices de rejeição do prefeito Udo Döhler (PMDB), de 37% para 22%. Dos três mais bem posicionados, vantagem para Darci de Matos (PSD), cuja rejeição caiu de 11% para 8%. Em Florianópolis, o professor Elson Pereira (PSOL) é o que tem mais espaço para crescer nas esquerdas. Tem a menor rejeição com 15%, contra 26% de Angela Albino (PCdoB), que em agosto tinha 19%. Angela Amin passou de 30% para 33%.

Defensoria
A posse do advogado Ralf Zimmer Junior no cargo de defensor-público-geral de Santa Catarina mostrou a unidade do novo órgão. Zimmer sucede o ex-deputado Ivan Ranzolin. O ato contou com a presença do presidente estadual da OAB-SC, Paulo Brincas, do presidente da Associação Nacional de Defensores Públicos, Joaquim Neto, e do procurador-geral do Estado, João dos Passos Martins Neto.

Debate
Será hoje, às 10h, no plenarinho da Assembleia Legislativa, a exibição do documentário Contestado, a Guerra Desconhecida, pesquisado e produzido pelos jornalistas Sérgio Rubim, Dario de Almeida Prado e Jurandir Camargo, no início da década de 1980. Os três profissionais participarão de debate sobre as entrevistas inéditas e a produção do filme. O presidente da Comissão de Educação da Assembleia, deputado Antônio Aguiar, estará presente.

Sobreviventes
A apresentação do documentário sobre o Contestado é uma iniciativa da Academia Catarinense de Letras, Associação Catarinense de Imprensa, Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina e Comissão de Educação da Assembleia. A produção cinematográfica conta com depoimentos de vários sobreviventes do maior conflito da história catarinense.

Reprovação
A segunda rodada do Ibope em Florianópolis indicou aumento da reprovação da administração Cesar Souza Junior (PSD). No item ruim e péssima, a gestão passou de 44% em 26 de agosto para 56% em setembro. O número dos que aprovam o atual governo caiu de 35% para 17%, enquanto os que reprovam pulou de 65% para 76%.

Curtas

Lages Park
Prefeito Elizeu Mattos (PMDB) pretende lançar ainda em setembro o edital de licitação para a instalação do Lages Business Park. Ficará na área de 1,5 milhão de metros quadrados que estava reservada à Sinotruk, na BR-282. Caberá aos vencedores da concorrência a implantação do parque industrial, que deverá ser semelhante ao Perini Business Park, de Joinville.

Saúde
Durante a reunião na qual participou no Supremo Tribunal Federal, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Torres Marques, ouviu da ministra Cármen Lúcia grande preocupação com os processos judiciais de pagamento de medicamentos e próteses pelo poder público. Nos últimos cinco anos houve aumento de 727% nos gastos do governo federal. O magistrado defende a criação de Câmara de Saúde nos Tribunais para análise mais ágil e mais criteriosa dos processos.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaQuarta-feira é sol entre nuvens e temperaturas em elevação em SC https://t.co/e9Wj4j5lRa #LeiaNoSantahá 18 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaProposta de priorizar ingredientes regionais em escolas de SC gera discordâncias entre especialistas https://t.co/XnqGElEwdU #LeiaNoSantahá 48 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros