MP encaminha ao TRE processo que investiga fraudes eleitorais em Ermo - Política e Economia - Santa

Política27/09/2016 | 18h07

MP encaminha ao TRE processo que investiga fraudes eleitorais em Ermo

Ao todo, 21 pessoas foram indiciadas por crime eleitoral pela Polícia Civil

Santa Catarina tem 29 municípios com mais eleitores do que moradores TRE/Divulgação

Foi encaminhado na segunda-feira ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) o processo do Ministério Público de Santa Catarina que investigou fraudes eleitorais na cidade de Ermo, no Extremo Sul de Santa Catarina. O caso ganhou repercussão depois da série de reportagens "Voto Manchado", feita pela RBSTV com o apoio do Diário Catarinense.

Santa Catarina tem 29 municípios com mais eleitores do que moradores

Ao todo, 29 cidades catarinenses apresentaram números suspeitos na relação de eleitores e habitantes. Ermo registrou a maior diferença, com quase mil eleitores a mais do que habitantes, o que motivou um recadastramento parcial pela Justiça Eletioral. Ao todo, 806 pessoas foram convocadas para comprovar vínculo com a cidade. Destas, 232 pessoas — ou 32% do total — tiveram o título cancelado.

— Verificou-se ausência de vínculo eleitoral, utilização de documentos falsos e para isso também foi instaurado inquérito policial. Constatou-se também a ausência de vínvulo empregatício em alguns casos — disse a promotora Juliana Ramthun Frasson à RBSTV.

Com o cancelamento do títulos, os eleitores ficam impedidos de votar no dia 2 de outubro, mas alguns recorreram da decisão. Os casos de fraude eleitoral, no entanto, já são investigados pela Polícia Civil desde o começo do ano. Dos 14 inquéritos, abertos, 8 já foram concluídos e seis estão em andamento. Isso resultou no indiciamento de 21 pessoas por crime eleitoral.


 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 3 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 3 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros