O poder da informação - Política e Economia - Santa

Vote Consciente07/09/2016 | 07h06Atualizada em 07/09/2016 | 07h07

O poder da informação

O poder da informação free images/
Foto: free images

Os teóricos da economia trabalham com um conceito que vale para diversos aspectos da vida em sociedade. Eles falam que há ¿informação assimétrica¿ quando, na concretização de um negócio, uma das partes detém informação em maior quantidade ou de melhor qualidade, o que muitas vezes resulta em perdas para o outro indivíduo ou empresa envolvidos na transação. 

Veja também:
Qual a função do prefeito de uma cidade?
Jovens de Blumenau criam projetos para melhorar a vida da cidade

Quando lemos o jornal, muitas vezes temos a impressão de que há uma grande assimetria de informação entre aqueles que exercem cargos eletivos e nós. Muitos deles parecem saber o que não sabemos – e fazer o que não podemos. Cabe a nós mesmos, porém, tentar mudar a posição dos pratos dessa balança. 

Na eleição, a informação pode ser usada em favor da sociedade. Basta, para isso, que todos tenhamos consciência da importância de nos municiarmos com o máximo de dados sobre cada candidato. Para usar um termo em voga, pode-se dizer que o eleitor precisa estar empoderado quando chegar diante da urna eletrônica. O processo não é dos mais simples. 

Hoje há todo um sistema profissional encarregado de ¿dourar a pílula¿ dos candidatos. Campanhas cada vez caras, com profusão de recursos tecnológicos, alicerçadas em pesquisas quantitativas e qualitativas, muitas vezes possibilitam que o postulante a um cargo fale exatamente aquilo que o eleitor quer ouvir. Mas não é impossível fugir dessa armadilha. O melhor caminho é a busca de informação em diversas fontes. Como fazer isso? 

Pesquise nos jornais e na internet sobre a vida dos candidatos. Conheça suas propostas. Avalie o programa do partido e o perfil das lideranças que estão ao lado daquele que pede seu voto. Saiba o que o aspirante a uma vaga na Câmara já fez pela comunidade onde vive. Entenda também o que cada poder faz. O vereador legisla e o prefeito chefia o Executivo. Não custa ter os limites de cada cargo em mente na hora de avaliar as promessas feitas. 

Lembre que seu candidato precisa ser honesto, mas também deve ter competência. Isso pode não ser – na verdade, não é - o suficiente para transformar a realidade atual. Mas a escolha correta de Vereadores e Prefeitos pode ser um primeiro passo, dos mais importantes, para construirmos uma sociedade cada vez mais justa. 

Texto: Luiz Mário Bratti
Vice-presidente da OAB/SC

SOBRE A CAMPANHA

A campanha multimídia Vote Consciente é uma iniciativa liderada pelo Diário Catarinense e pela OAB Santa Catarina, com a adesão dos demais veículos da RBS no Estado, e que tem o objetivo de alertar o eleitor catarinense sobre o papel decisivo de cada um na decisão que sai das urnas.

Com a proximidade de mais uma eleição municipal, em 2 de outubro deste ano, a campanha bate forte na tecla da responsabilização do eleitor, convocando todos os cidadãos a refletirem sobre a maneira como encaram a política em suas cidades, no Estado e no país.

Participe usando #voteconsciente
Saiba mais em diariocatarinense.com.br/voteconsciente

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCampanha de multivacinação leva 4.432 crianças aos postos de Saúde de Joinville na primeira semana https://t.co/j7tgeridV7 #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaGrupos de pedal de Joinville participam de evento para incentivar a segurança no trânsito https://t.co/OnfaBhiANL #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros