Termina nesta quinta prazo para Dilma apresentar defesa de contas de 2015 ao TCU - Política e Economia - Santa

Brasília07/09/2016 | 18h57Atualizada em 08/09/2016 | 09h46

Termina nesta quinta prazo para Dilma apresentar defesa de contas de 2015 ao TCU

Em junho, ministros aprovaram relatório de José Múcio sobre as contas de 2015, que aponta a repetição de irregularidades constatadas nas contas de 2014

Termina nesta quinta prazo para Dilma apresentar defesa de contas de 2015 ao TCU EVARISTO SA/AFP
A ex-presidente Dilma Rousseff Foto: EVARISTO SA / AFP
Agência Brasil
Agência Brasil

A ex-presidente Dilma Rousseff tem até quinta-feira, dia 8, para apresentar ao Tribunal de Contas da União (TCU) sua defesa sobre os questionamentos a respeito das contas do governo de 2015. Cassada pelo Senado no dia 31 de agosto, Dilma deixou na terça-feira o Palácio da Alvorada e mudou-se para Porto Alegre (RS).

No dia 23 de agosto, a pedido da defesa da petista, o TCU aprovou uma nova prorrogação de 15 dias do prazo para apresentação das alegações da ex-presidente. Na ocasião, o tribunal informou que não haverá nova prorrogação.

Leia mais
TCU determina que bens recebidos por Lula e Dilma sejam incorporados à União
TCU encontra indícios de irregularidade em 1 de cada 3 doadores para campanhas
Em julho, ministro do TCU dá mais 30 dias para defesa de Dilma sobre contas de 2015

Em junho, os ministros aprovaram, por unanimidade, o relatório do ministro José Múcio sobre as contas de 2015, que aponta a repetição de irregularidades constatadas nas contas de 2014, como as operações de crédito com bancos públicos. Ao todo, foram apresentados 19 questionamentos pelo TCU e mais cinco pelo Ministério Público.

No ano passado, o TCU recomendou a rejeição das contas de Dilma de 2014, principalmente por causa da constatação de atrasos no repasse de recursos para a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, referentes a despesas com programas sociais do governo, o que configuraria operação de crédito.

Outro item apontado foram os decretos envolvendo créditos suplementares assinados pela presidente sem autorização do Congresso Nacional. Esses dois pontos foram a base para a abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff.

Leia as últimas notícias de Política

*Agência Brasil

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaMíssil que derrubou voo da Malaysia Airlines na Ucrânia foi disparado por pró-russos https://t.co/0xs0atRUMw #LeiaNoSantahá 22 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCandidatos à prefeitura de Itajaí falam sobre corrupção https://t.co/tuuC6nOZPM #LeiaNoSantahá 27 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros