TRE confirma candidatura de Clésio Salvaro à prefeitura de Criciúma - Política e Economia - Santa

Eleições 201627/09/2016 | 22h19Atualizada em 27/09/2016 | 22h19

TRE confirma candidatura de Clésio Salvaro à prefeitura de Criciúma

Pedido de impugnação movido pela coligação de Márcio Búrigo (PP) não foi aceito pelo Tribunal  

TRE confirma candidatura de Clésio Salvaro à prefeitura de Criciúma Kiara Domit/Agencia RBS
Salvaro (PSDB) foi prefeito de Criciúma entre 2009 e 2012 Foto: Kiara Domit / Agencia RBS

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC) confirmou na sessão desta terça-feira o deferimento da candidatura de Clésio Salvaro (PSDB)  à prefeitura de Criciúma. Com a decisão, o ex-prefeito tem seu nome garantido nas urnas da eleição de domingo. Ele concorre contra o atual prefeito Márcio Búrigo (PP), que moveu o recurso contra Salvaro, e Fábio Brezola (PT). Há duas semanas, o deputado estadual Cleiton Salvaro (PSB), primo de Clésio,  desistiu da candidatura.

Rejeitada impugnação da candidatura de Clésio Salvaro 

A decisão do TRE-SC desta terça-feira corrobora o que já havia sido decidido pela juíza eleitoral Ana Lia Lisboa Carneiro, da primeira instância. No começo de setembro, ela rejeitou o pedido de impugnação movido por um vereador do Partido Progressista (PP)

MP emite parecer favorável à inelegibilidade de Clésio Salvaro

Após o deferimento pela primeira instância, a coligação Por Criciúma, de Búrigo, entrou com recurso alegando  que Salvaro estaria inapto a concorrer por três causas de inelegibilidade: infraconstitucional, constitucional e por falta de incompatibilização do cargo de sócio de emissora de rádio.

A argumentação encontrou eco na Procuradoria Regional Eleitoral, que elaborou um parecer pedindo a impugnação da candidatura. Os desembargadores do TRE, no entanto, entenderam de forma contrária, liberando a candidatura. 

Nesta terça-feira, os advogados de Búrigo basearam sua argumentação no fato de que Clésio assumiu provisoriamente a prefeitura por pouco mais de um mês no começo de 2015 em função de uma decisão do STF e, portanto, iria para um terceiro mandato. Os argumentos, no entanto, não foram aceitos. 

Ainda cabe ao recurso ao Tribunal Superior Eleitoral, porém o resultado da ação só seria conhecido depois das eleições. 

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 6 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 6 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros