Clóvis Reis: "O risco de debandada no PT após as eleições municipais" - Política e Economia - Santa

Opinião19/10/2016 | 08h02

Clóvis Reis: "O risco de debandada no PT após as eleições municipais"

O deputado Décio Lima ganhou projeção nacional, liderando uma formação de 40 parlamentares petistas que cogita uma saída coletiva do partido, seja por meio da criação de uma nova agremiação ou através da fusão com outra legenda. O grupo teme o desgaste do PT para as eleições de 2018. Entre os sócios potenciais do projeto petista estão o PDT, o PCdoB e o PMDB. Emissários do movimento se reúnem nesta semana com o ex-presidente Lula e fixam o dia 3 de dezembro como prazo para o anúncio de uma decisão.

O desembarque de Décio produziria forte impacto no diretório de Blumenau, provocando uma desfiliação em massa do grupo alijado da recente disputa para a prefeitura, do qual fazem parte a deputada Ana Paula Lima e o vereador Jefferson Forest, além do único vereador que o partido reelegeu, Adriano Pereira. Desde meados de 2015, quando apareceram os boatos sobre a mudança de domicílio eleitoral para Itajaí, circulam informações desencontradas sobre o futuro de Décio. Nesse meio tempo, partidos como o PDT e a Rede assediaram o deputado, mas ele preferiu a permanência no PT, postura que por fim inviabilizou a candidatura a prefeito, projeto político que motivou a transferência para o Litoral. Permanecendo no partido, Décio pode ver as portas de Brasília se fecharem para ele daqui a dois anos.

***

Na reunião com os vereadores da nova legislatura, o presidente da Acib, Carlos Tavares D´Amaral, rebateu a tese de que a Câmara de Blumenau é uma referência na área. Ele disse que no ano passado cada vereador custou R$ 1,5 milhão para os cofres públicos, uma despesa que impacta as realizações da prefeitura.

***

A propaganda eleitoral e as entrevistas do prefeito Napoleão Bernardes (PSDB) estão cada vez mais incisivas na comparação com o governo do ex-prefeito João Paulo Kleinubing (PSD). Outra característica da comunicação do candidato é a crescente participação do vice Mário Hildebrandt (PSB), escalado para a apresentação de projetos do futuro governo.

***

Já a propaganda do prefeiturável Jean Kuhlmann (PSD) dá sinais de frustração ante as dificuldades para que a avaliação do atual governo cole na imagem do candidato Napoleão Bernardes (PSDB). Kuhlmann insiste na promessa de que cumprirá os quatro anos de mandato, mas não explicita as razões do compromisso. A participação do vice Alexandre José (PRB) no horário eleitoral se resume à condição de locutor de continuidade.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 3 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 3 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros