Está indeciso? Veja qual candidato de Blumenau tem as melhores propostas - Política e Economia - Santa

Eleições 201601/10/2016 | 17h14

Está indeciso? Veja qual candidato de Blumenau tem as melhores propostas

Agora que você já viu os problemas de Blumenau apontados pelos leitores do Santa e também pelas lideranças da cidade, confira o que cada concorrente à prefeitura aponta como as três principais ações a serem adotadas no seu futuro governo

Depois de uma campanha morna, considerando todas as restrições e proporcionalidades que impediram os candidatos de apostar tudo na propaganda eleitoral e os obrigou a intensificar o corpo a corpo com os eleitores, chega a hora decisiva.

Neste domingo os blumenauenses vão às urnas para decidir quem ocupará o gabinete com vista para o Rio Itajaí-Açu pelos próximos quatro anos ou, pelo menos, reduzir a disputa a apenas duas alternativas para um eventual segundo turno. Foram 35 dias de propaganda eleitoral no rádio e na televisão, o formato que tem mais alcance com os eleitores, e os candidatos aproveitaram o tempo – alguns bem restritos – de forma diferenciada.

Arnaldo Zimmermann (PCdoB) foi um dos mais propositivos e utilizou os poucos segundos para tentar apresentar propostas, mas na maioria dos programas falou do transporte coletivo. Ivan Naatz (PDT) foi outro que teve pouco tempo, mas assumiu uma postura combativa, principalmente contra a dupla Napoleão Bernardes (PSDB) e Jean
Kuhlmann (PSD). Tanto que chegou a ser punido com a perda de tempo de propaganda.

Valmor Schiochet (PT) fez a campanha que se esperava para um candidato do Partido dos Trabalhadores, usando questões sociais e o orçamento participativo como principais plataformas. Kuhlmann gastou a calçada da Rua Coronel Feddersen, no bairro Itoupava Seca, e o slogan que promete um novo caminho para a cidade. Mas apresentou muitas propostas que dão seguimento a projetos em andamento. Napoleão, que busca a reeleição, usou seus mais de quatro minutos para mostrar o que fez no primeiro mandato e prometer que vai fazer mais, apresentando uma série de propostas de continuidade.

Para o fim de semana decisivo, o Santa pediu que os candidatos destacassem três propostas das próprias plataformas e definissem como foi a campanha. Confira as respostas abaixo:

ARNALDO ZIMMERMANN (PCdoB)

Número: 65
Partido: PCdoB
Vice: João Luiz Bernardes (PCdoB)
Coligação: Blumenau de todos nós (PCdoB/PSDC/PEN/PMN/PSOL)

TRÊS PROPOSTAS

Mobilidade urbana:
Queremos um plano de mobilidade que identifique onde devemos colocar novas linhas de ônibus para incentivar o maior uso do transporte coletivo, ampliar horários, definir redes estruturais, implantar semáforos inteligentes e diminuir o congestionamento. Para isso, vamos investir no transporte coletivo de qualidade, com mais conforto, segurança, ônibus novos e criar novas modalidades: uma linha central, que incentive as pessos a usar o transporte coletivo ao invés do carro. Vamos criar o bilhete único, que vai permitir que muitos dos usuários possam comprar o passe pagando mais barato.

Educação: Período integral no ensino fundamental, incentivando mais a prática do esporte, da cultura e atividades de informática para crianças e adolescentes, criando um ambiente de aprendizagem onde os alunos possam ter consulta a acervo digital, aulas interdisciplinares e melhorar o seu aprendizado. Na questão das creches, queremos contatar mais professores e mais profissionais para ampliar o número de creches. Para isso vamos reduzir o número de cargos comissionados. Nossa proposta é utilizar 80% dos cargos de confiança com os servidores de carreira. Com isso vamos economizar R$ 2 milhões por mês.

Saúde: A proposta é criar policlínicas regionais ou nos bairros, dando a oportunidade de contratar as referências, os médicos especialistas para ampliar esse atendimento, principalmente ginecologista, geriatra, pediatra e cardiologista, atingindo públicos mais vulneráveis. Garantir que tenha médico em todos os postos de saúde e em todos os ambulatórios e tentar reduzir o intervalo entre a consulta com o especialista e o exame médico, especialmente os de baixa e média complexidade. Hoje existe uma distância muito grande que queremos reduzir compactando o orçamento e rediscutindo a distribuição nas sete regiões da cidade.

"Blumenau precisa de mudança, mas precisa de uma mudança segura. Tenho certeza que estou preparado para governar Blumenau."


IVAN NAATZ (PDT)

Número: 12
Partido: PDT
Vice: Amauri Cadore (PDT)
Coligação: Coragem para mudar Blumenau (PDT/PPL)

TRÊS PROPOSTAS

Contas públicas:
O primeiro passo é reajustar as contas públicas. Sabemos que o próximo prefeito terá complicações extremas com relação a queda de arrecadação. Estima-se que cerca de 10% a menos entrarão nos cofres públicos e isso exigirá uma reforma administrativa ampla, uma reestruturação da máquina pública, para poder fazer o mínimo e garantir a folha de pagamento.

Saúde: Garantir a presença dos médicos nos postos de saúde. Será o nosso primeiro desafio, resgatar essa presença dos profissionais de saúde nos 68 postos. Vamos fazer isso controlando a política de ausência dos médicos, o excesso de atestados. O médico está no quadro, mas não está no posto de saúde. Então, nós temos que identificar porque que ele está no quadro, está recebendo, mas não está comparecendo ao trabalho. Depois, vamos ter que pagar mais do que pagam os municípios vizinhos para resgatar o profissional que vive em Blumenau mas trabalha em outro município.

Transporte coletivo: Entrar de cabeça nessa licitação do transporte coletivo, porque sem transporte coletivo de qualidade não vamos resgatar o usuário e não vamos enfrentar e resolver esse problema que se instala hoje como uma grande crise municipal.

"Foi uma campanha muito rápida, atípica, mas ainda desequilibrada. O tempo de televisão desproporcional impede as candidaturas de colocar as suas propostas em iguais condições. Isso é uma coisa que tem que corrigir. As coligações são extremamente nefastas paro processo eleitoral."


JEAN KUHLMANN (PSD)

Número:
55
Partido: PSD
Vice: Alexandre José (PRB)
Coligação: Blumenau merece mais (PSD/PRB/PSL/PR/PSC/PROS/PPS)

TRÊS PROPOSTAS

Obras:
Tirar do papel as obras que têm dinheiro garantido para serem executadas, as obras com recurso do convênio com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que são a Ponte do Centro, terminal urbano da Itoupava Central e terminal urbano da Água Verde. O recurso é oriundo justamente do convênio, então, o que vamos fazer são as desapropriações com recurso próprio dos terrenos dos terminais e executar as obras que têm verba garantida. Além disso, obviamente vamos constitutir uma equipe técnica de servidores para buscar recursos no governo do Estado e governo federal para novos projetos.

Saúde: Uma proposta que entendo como muito importante é a implantação do pronto-socorro 24 horas na região Norte de Blumenau, para desafogar o atendimento do Hospital Santo Antônio. Vamos fazer buscando recursos do governo do Estado para a implantação e iremos buscar recursos próprios do município para o custeio dessa unidade, com o aumento da aplicação de recursos do orçamento na saúde.

Educação: Outra questão que entendo que é muito importante é a amplição do número de vagas para atendimento de crianças que precisam de creche. Vamos ampliar o convênio com as Organizações Não-Governamentais (ONGs) do município, vamos buscar recursos federais para fazer a construção de novas creches e vamos reformar e ampliar as já existentes, além de criar o auxílio-creche, com recursos oriundos do orçamento do município.

"Sempre que se pode conversar e ouvir o povo é algo que nos alegra, e eu fiz isso. Fiz a campanha conversando com as pessoas, visitando as comunidades e isso me deixou com muita alegria. Então, a campanha foi leve, tranquila e muito feliz, porque eu pude conversar de perto com as pessoas."


NAPOLEÃO BERNARDES (PSDB)

Número:
45
Partido: PSDB
Vice: Mário Hildebrandt (PSB)
Coligação: Pacto por Blumenau (PSDB/PSB/PRP/PTdoB/PMDB/PV/PP/DEM/PTC/SD/PMB/PTB)

TRÊS PROPOSTAS

Parcerias:
Avançar ainda mais nas Parcerias Público-Privadas (PPPs). No primeiro mandato tivemos bons exemplos disso. O Eisenbahn Biergarten, a praça da Thapyoka, são exemplos de Parcerias Público-Privadas que deram certo. Então, vamos intensificar isso na gestão do governo para o Mercado Público, para o Galegão e também para um parque náutico no Rio Itajaí-Açu, para a revitalização do rio com a perspectiva do turismo náutico. Então, o fortalecimento das PPPs é um aspecto.

Educação: Fechamos a parceria inovadora da plataforma educacional Google para Educação, então vem muita inovação, muita tecnologia, para aprimorar ainda mais a qualidade do ensino, que alcançou índices importantíssimos no Ideb. Nos anos iniciais, por exemplo, Blumenau alcançou no Ideb em 2015 a projeção que o Brasil tem para 2021. Então, esse programa é  uma inovação na área de educação.

Saúde: E uma terceira questão é o Ambulatório Infantil, que é a concentração dos profissionais da área da saúde especializados nessa temática em um espaço para facilitar o atendimento das famílias.

"Foi uma campanha com respeito a inteligência do eleitor, demonstrando nessa conjuntura da economia brasileira, em que muitas prefeituras nem sequer o salário dos seus funcionários está pagando, o quanto se realizou aqui, mas o quanto sei que tem mais por realizar, e por isso o desejo da reeleição."


VALMOR SCHIOCHET (PT)

Número: 13
Partido: PT
Vice: Sandra Pinheiro (PT)
Sem coligação

TRÊS PROPOSTAS

Participação popular:
Temos um projeto de cidade e dentro desse projeto estamos dialogando com as questões mais prementes. Mas, para organizarmos o nosso jeito de governar, uma questão chave para nós é a participação. Por isso vamos implantar o Orçamento Participativo para além da transparência, fazer com que a comunidade conheça o orçamento e delibere sobre a execução dele na sua comunidade.

Transporte coletivo: A segunda ação fundamental é, de fato, resolver o problema do transporte coletivo, porque essa é a principal solução para a questão da mobilidade urbana. A medida em que se retoma a confiança da população no uso do transporte coletivo as pessoas vão deixar de utilizar carros e motos para circular na cidade.

Ocupação: A terceira prioridade é a regularização, precisamos tirar a nossa cidade da informalidade. Nós temos mais de 540 ruas de placa amarela, 55 áreas de ocupação consolidada que precisam ser regularizadas. Para esta ação nós vamos utilizar os instrumentos previstos no estatuto da cidade e constituir uma equipe de técnicos multidisciplinares para fazer um estudo dessas áreas e definir a estratégia de regularização das ruas e das áreas que estão ocupadas no momento e não estão regularizadas.

"Foi uma campanha militante e de debate da cidade."

JORNAL DE SANTA CATARINA

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros