Moacir Pereira: "Nova crise no Cepon" - Política e Economia - Santa

Opinião07/10/2016 | 11h02

Moacir Pereira: "Nova crise no Cepon"


A decisão da diretoria da Fundação Hemosc e Cepon de renúncia coletiva abre uma nova crise em duas das mais importantes áreas do setor saúde de Santa Catarina. Uma trata da coleta e seleção criteriosa de sangue, e outra que representa a melhor referência catarinense e até nacional no tratamento de pacientes com câncer.

A causa apontada para a renúncia do presidente José Augusto de Oliveira e dos diretores Fernando Caldeira de Andrade e Rodrigo D'Eça Neves é a que tem produzido impasses entre aquela instituição e o governo estadual. Ou seja, atraso nos pagamentos de atrasados por serviços já prestados aos pacientes do Sistema Único de Saúde. Alegação da Fahece é de que a dívida estadual está em R$ 60 milhões, o que já começa a comprometer a qualidade do atendimento e os serviços essenciais na Capital e no interior do Estado.

Os dirigentes apontam outro dilema: que o acordo fechado recentemente com a Secretaria de Estado da Saúde não vem sendo cumprido. A área da saúde é uma das mais prejudicadas com a crise econômico-financeira que atinge também o governo catarinense. Atrasos agravando a penúria dos hospitais filantrópicos e comunitários.

Hospitais privados também com pagamentos atrasados. Com a decisão da Assembleia Legislativa de transferir os R$ 100 milhões do fundo especial houve um respiro geral, com a promessa de liberação dos recursos. Pelo que se informa na Secretaria da Saúde, os primeiros R$ 50 milhões foram transferidos e já repassados aos hospitais por serviços prestados. Mas a segunda metade, já transferida ao governo, ainda não chegou na saúde

Boas práticas

O programa comemorativo dos 125 anos do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, aberto pelo presidente Torres Marques, com várias autoridades, terá nesta sexta-feira a 4ª Mostra das Boas Práticas do Judiciário Catarinense. Inovações na esfera judicial nas comarcas de Itajaí, Jaraguá do Sul, Lages e Blumenau serão apresentadas durante o evento. Elas tratam de digitalização, teletrabalho, conciliação e mediação, paternidade e modelo de gestão. Às 17h, o jornalista Eduardo Bueno (Peninha) faz a palestra de encerramento.

Melhorou

O PMDB teve desempenho positivo na Foz do rio Itajaí. Passou de um para quatro prefeitos eleitos, incluindo Volnei Morastoni, em Itajaí. Conquistou Camboriú, com Elcio Kuhnen, Porto Belo, com Emerson Stein, e Penha, com Aquiles Costa.

Hospital Unimed

O governo estadual iniciou conversações com a diretoria da Unimed da Grande Florianópolis visando a compra do Hospital da Unimed em São José. A ideia seria transformá-lo no novo Instituto de Cardiologia de Santa Catarina. O projeto de um novo Instituto, com construção, exigiria cerca de cinco anos. Valores não foram mencionados, mas especula-se entre R$ 130 milhões e 170 milhões. Nada há, contudo, de decidido.

Arquétipos

Artista Rodrigo de Haro, um dos maiores intelectuais de Santa Catarina, abre hoje, na Galeria Helena Fretta, a exposição “Dos Arquétipos — O Poder das Imagens”. São 39 obras inéditas, fruto de 18 meses de trabalho artístico em seu ateliê na Lagoa. Com seis décadas de intensa atividade, Rodrigo de Haro tem, ainda, ricos poemas inéditos sobre personagens da Ilha e fatos históricos de Santa Catarina.

PSTU

Os candidatos do PSTU tiveram uma votação sofrível em Florianópolis e vários municípios catarinenses. Na Capital, a candidata a prefeita, Gabriela Santetti, obteve apenas 843 votos num colégio de mais de 316 mil eleitores. Gilmar Salgado, várias vezes candidato a prefeito e a governador em pleitos anteriores, teve apenas 416 votos. O PSTU costuma fazer muito barulho, mas não tem votos.

Renovação

O PMDB foi o partido político que elegeu o maior número de mulheres às prefeituras de Santa Catarina na eleição de domingo. A partir de janeiro, elas comandarão Arvoredo (Janete Paravizi Bianchin), Chapadão do Lageado (Marli Kammers), Doutor Pedrinho (Simoni Mesch Nones), Maravilha (Rosimar Maldaner), Rancho Queimado (Cleci Aparecida Veronezi), Salto Veloso (Ana Rosa Zanela), Trombudo Central (Geovana Gessner) e Vargem Bonita (Melânia Roman Meneghini).

CURTAS

* Psol: O diretório do PSol emitiu nota oficial reivindicando o direito de disputar o segundo turno com Gean Loureiro, com base na decisão do STJ que puniu Angela Amin.

* PT: Executiva do PT de Florianópolis reúne-se hoje, às 18,30, para decidir sobre eleições de segundo turno.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros