Comércio de Blumenau projeta aumento de até 15% nas vendas da Black Friday - Política e Economia - Santa

Economia22/11/2016 | 10h01

Comércio de Blumenau projeta aumento de até 15% nas vendas da Black Friday

Lojistas apostam na data como uma alavanca das vendas para o Natal

Comércio de Blumenau projeta aumento de até 15% nas vendas da Black Friday Jonas Ramos/Agencia RBS
Lojas fazem promoções para atrair o consumidor às vésperas do Natal. Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS

Da internet para as prateleiras do comércio de rua, e da desconfiança do consumidor para a consolidação como a principal data promocional às vésperas do Natal. Encorpado pela massificação do evento em nível global – e também por uma boa parcela de bom senso por parte dos lojistas —, a Black Friday promete ser o botão de start para as vendas natalinas, usando descontos como forma de atrair o comprador.

Em Blumenau todos os shoppings e também o comércio de rua entraram na onda das ofertas com caráter de liquidação. Tudo para fazer com que o consumidor esteja presente e, principalmente, gaste. A projeção feita pelos três maiores centros comerciais da cidade é de um crescimento que varia entre 10% e 15%. A primeira parcela do 13º salário — que para boa parte dos trabalhadores cai justamente no dia 30 deste mês — é mais um fator motivador para os lojistas.

— Dentro do período de vendas de Natal é o momento preferido das pessoas para fazer compras — garante Viviane Bahr, gerente de Marketing do Shopping Park Europeu.

A previsão dos lojistas é de que para muitos essa seja a primeira compra que antecede o 25 de dezembro. Tanto é que por isso as promoções em Blumenau não vão se restringir à próxima sexta-feira, mas também ao sábado e ao domingo. Tudo para ampliar o alvo de potenciais clientes e ter uma boa alavanca nesta época de fartura do comércio.

— Esse crescimento (de 10% a 15%) é uma projeção que faço sendo conservador, realista. Se fosse otimista poderia ser um número bem maior — relata o superintendente do Neumarkt Shopping Rafael Boettner.

Competir com o crescente mercado dos e-commerce é o principal motivo que o comércio de rua de Blumenau teve para aderir às promoções da Black Friday. Essa pelo menos é a avaliação do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da cidade, Hélio Roncaglio. A entidade elaborou também uma ação específica para incentivar os comerciantes e mostrar a eles a importância do evento como um todo:

— É a hora de bater de frente com o comércio via internet, com a diferença de poder entregar o produto na mão do cliente. No ano passado as vendas foram tímidas, então para nós também deve haver um crescimento.

Em todo o país, a expectativa da associação que representa o setor de compra e venda online projeta um faturamento de R$ 2,4 bilhões para a edição de 2016 da Black Friday — estatística que representa uma alta de 18% em relação ao mesmo período de 2015. Em SC, a estimativa é de crescimento de pelo menos 30% na data de vendas online.

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) o e-commerce brasileiro devem receber 7,63 milhões de pedidos, com valor médio de R$ 280.

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 8 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 8 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros