Ex-deputado Eduardo Cunha recorre ao STJ para deixar prisão - Política e Economia - Santa

Operação Lava-Jato24/11/2016 | 20h42Atualizada em 24/11/2016 | 20h43

Ex-deputado Eduardo Cunha recorre ao STJ para deixar prisão

Cunha está preso desde o mês passado em Curitiba. Caso será decidido pelo ministro Felix Fischer

Ex-deputado Eduardo Cunha recorre ao STJ para deixar prisão Antônio Cruz/Agência Brasil
Foto: Antônio Cruz / Agência Brasil
Agência Brasil
Agência Brasil

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) recorreu, por meio de seus advogados, ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para tentar deixar a prisão. Cunha está preso desde o mês passado em Curitiba, por determinação do juiz federal Sergio Moro. O caso será decidido pelo ministro Felix Fischer.

Entre os argumentos usados para justificar o pedido de prisão de Cunha, a força-tarefa de procuradores da Lava-Jato afirmou que a liberdade do ex-deputado representava risco às investigações.

Leia mais
Cláudia Cruz diz a Moro que "desconhecia" conta em seu nome no Exterior
Cláudia Cruz será interrogada por Moro na quinta-feira
Eduardo Cunha quer Mantega e prefeito do Rio como testemunhas

Segundo a acusação, "há evidências" de que existem contas pertencentes a Cunha no exterior que ainda não foram identificadas, fato que coloca em risco as investigações. Além disso, os procuradores ressaltaram que Cunha tem dupla nacionalidade (brasileira e italiana) e pode fugir do país.

A prisão foi decretada na ação penal em que o deputado cassado é acusado de receber R$ 5 milhões, que foram depositados em contas não declaradas na Suíça. O valor seria oriundo de vantagens indevidas, obtidas com a compra de um campo de petróleo pela Petrobras em Benin, na África. O processo foi aberto pelo Supremo Tribunal Federal, mas após a cassação do ex-deputado, a ação foi enviada para o juiz Sergio Moro porque Cunha perdeu o foro privilegiado.

Leia as últimas notícias sobre a Operação Lava-Jato

*Agência Brasil

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 6 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 6 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros