Fidel foi um "líder de convicções", afirma  o presidente Michel Temer - Política e Economia - Santa

Repercussão no Brasil26/11/2016 | 12h27Atualizada em 26/11/2016 | 14h57

Fidel foi um "líder de convicções", afirma  o presidente Michel Temer

Itamaraty ainda não definiu se algum representante brasileiro participará do funeral do líder da Revolução Cubana, que ocorrerá em 4 de dezembro

Fidel foi um "líder de convicções", afirma  o presidente Michel Temer Lula Marques/Fotos Públicas
Foto: Lula Marques / Fotos Públicas
Agência Brasil
Agência Brasil

Em uma breve mensagem à imprensa, o presidente da República, Michel Temer, disse neste sábado que o ex-presidente cubano Fidel Castro "foi um líder de convicções". 

"Marcou a segunda metade do século 20 com a defesa firme das ideias em que acreditava", diz o comunicado à imprensa.

Leia mais
Líderes mundiais falam sobre a morte de Fidel Castro
A repercussão nas siglas de esquerda no RS
Confira frases marcantes de Fidel Castro

Essa é a primeira manifestação oficial do governo brasileiro. Ainda não há informações se algum representante brasileiro participará do funeral em Havana.

O líder da Revolução Cubana faleceu na sexta-feira, aos 90 anos. O corpo de Fidel será cremado e foi decretado luto oficial de nove dias no país caribenho, período que deve se encerrar com o funeral, no dia 4 de dezembro.


 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCom greve marcada para o dia 27, professores e prefeitura de São José irão negociar https://t.co/w6rKp8JOo9 #LeiaNoSantahá 28 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaBlog do Pancho: Se promessa de Colombo vingar, obra do centro de convenções pode começar no fim do ano https://t.co/KCLScdUb9Ohá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros