Juiz autoriza pagamento de R$ 18 milhões a credores do Grupo Busscar - Política e Economia - Santa

Livre Mercado 05/11/2016 | 08h02

Juiz autoriza pagamento de R$ 18 milhões a credores do Grupo Busscar

Decisão de Walter Santin Junior, da 5ª Vara Cível de Joinville, estipula o prazo de 25 dias úteis para o início da liberação de valores

Juiz autoriza pagamento de R$ 18 milhões a credores do Grupo Busscar Rodrigo Philipps/Agencia RBS
Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

O juiz substituto da 5ª Vara Cível da Comarca de Joinville, Walter Santin Junior, autorizou, em decisão proferida no dia 3 de novembro, o pagamento de parte dos créditos trabalhistas extraconcursais – valores devidos ao administrador judicial e seus auxiliares, quantias fornecidas à massa pelos credores, entre outros –, habilitados nos autos do processo de falência da Busscar Ônibus.

A liberação de valores deverá ser iniciada em até 25 dias úteis, contados do dia em que o administrador judicial for formalmente comunicado. O pagamento será feito mediante cheque nominal a cada um dos respectivos credores. Serão pagos 30% do valor inscrito na relação de credores exibida nos autos, na proporção a que cada um tem direito.

No total, serão repartidos aproximadamente R$ 18 milhões. O juiz afirma que a quantia é adequada, neste estágio do processo, para não comprometer os devidos pagamentos dos custos relacionados à manutenção e administração da massa falida. Mensalmente, estes compromissos consomem aproximadamente R$ 300 mil. E, também, porque é preciso dar seguimento aos procedimentos necessários dentro do processo.

Agora, o administrador judicial Rainoldo Uessler, do instituto que leva o seu nome, terá de fazer as planilhas individualizadas, localizar os credores.

A lei
Desde a decretação da quebra da Busscar em 2012, foram vendidos, em leilão, mais de 95% dos bens não operacionais, além da Tecnofibras, Climabuss e ações da Busscar Colômbia. O juiz explica a decisão:

– Daí, torna possível-se, neste momento, a esperada liberação de uma parcela do crédito a quem, de direito, na forma da legislação.

Foi afastada a possibilidade de dividir os R$ 18 milhões a um número maior de credores trabalhistas (incluindo os de outra categoria) porque a legislação impede. Dei essa explicação ao sindicato dos trabalhadores.

Empregos
A provável venda englobada das fábricas da Busscar de Joinville, Pirabeiraba e de Rio Negrinho – como contamos na coluna do dia 2 de novembro –, garantirá a entrada de mais recursos e, então, mais adiante poderá ser anunciada nova autorização de pagamento. O grupo econômico interessado, e que fez proposta de aquisição no valor de R$ 67,5 milhões, revelou, em conversa informal com o magistrado, que deverá criar entre 300 e 500 empregos já na retomada da operação de produção de ônibus.

Rio Negrinho
O Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Papel, Papelão, Cortiça, Distribuidoras e Material Plástico de Rio Negrinho pediu, nos autos do processo, a adjudicação da unidade da Busscar, localizada no município do Planalto Norte. O juiz negou. Viseu Empreendimentos e Bavária Empreendimentos e Participações também manifestaram interesse na compra da fábrica. Como ela está enquadrada no bloco total de provável venda englobada, a Justiça prefere esperar antes de decidir por eventual homologação a respeito.

Igreja vendida
Na mesma decisão, o juiz homologou a venda do lote 36 – igreja localizada à avenida Albano Schulz (avenida Beira-rio) – para a União Sul Brasil da Igreja Adventista do 7º Dia. Lá, o ex-presidente da Busscar, Claudio Nielson, e família faziam suas orações. O valor da aquisição foi de R$ 1,1 milhão.

Assumiu a Tecnofibras
A arrematante da Tecnofibras, a Jointech Industrial S.A. assumiu a gestão da companhia plástica em 1º de novembro deste ano, também por decisão da Justiça. Era a única unidade operacional do grupo falido Busscar que permaneceu ativa e com produção de peças, apesar das crises e dificuldades inerentes à situação de pertencer à massa falida.

História
A Busscar, que já foi uma das principais fabricantes de ônibus do Brasil. Teve seu apogeu nas décadas de 80 e 90 do século passado. Declinou após a morte do patriarca e fundador Harold Nielson. Socorrida pelo BNDES em 2004, entrou em crise aguda a partir de 2008, da qual nunca saiu. Em 2011, entrou em recuperação judicial e teve a falência decretada.

Falta
Do conjunto de bens não operacionais da massa falida, ainda resta vender um apartamento no Hotel Ibis, de Joinville; uma cobertura no Anita Garibaldi, também em Joinville; um terreno no Distrito Industrial de Joinville; e um prédio em Florianópolis.

 

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Livre Mercado  11/02/2016 | 07h06

Claudio Loetz: Espaço Inovaparq, em Joinville, será inaugurado no dia 17

Localizado no Perini Business Park, iniciativa vai apoiar empresas na tomada de decisões e antecipar tendências para negócios com estudos realizados por professores e alunos

Livre Mercado 18/01/2016 | 07h04

Claudio Loetz: Havan terá terceira loja construída em Joinville

Planos da empresa é de instalar também uma loja em Praia Grande e outra em Jundiaí

Livre Mercado 16/01/2016 | 11h34

Claudio Loetz: As dores cotidianas

Livre Mercado 15/01/2016 | 07h07

Claudio Loetz: Novas regras do Minha Casa, Minha Vida afetam as cidades do Norte de SC

Principal mudança trata do valor máximo dos apartamentos ou casas a serem financiadas pela Caixa Econômica Federal

Livre Mercado 11/01/2016 | 07h04

Governo do Estado quer acelerar o cadastro de propriedades rurais em SC

Prazo termina no dia 5 de maio e, até agora, pouco mais da metade dos imóveis foram regularizados

Livre Mercado 09/01/2016 | 06h31

Balança Comercial de Santa Catarina tem déficit de US$ 4,96 bilhões em 2015

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior divulgou balanço nesta semana

Livre Mercado 08/01/2016 | 07h02

Perini reforça a segurança com instalação de novas câmeras de monitoramento

Complexo localizado na zona industrial de Joinville terá equipamentos que reconhecem as placas de veículos em apenas três segundos

Livre Mercado 06/01/2016 | 07h09

Celesc firma contrato de concessão com cinco usinas catarinenses por 30 anos

Assinatura do contrato ocorreu em Brasília, nesta terça-feira. Entre as usinas está a do Bracinho, localizada em Schroeder

Livre Mercado 05/01/2016 | 07h07

CDL de Joinville projeta crescimento de 10% nas vendas do comércio em janeiro

Para presidente da entidade, Luiz Kunde, a presença de turistas e a permanência de moradores na cidade têm contribuído para a perspectiva otimista neste início de ano

Livre Mercado 04/01/2016 | 07h02

Em Joinville, Caixa registra aumento de imóveis comercializados pelo Programa Minha Casa, Minha Vida em 2015

Foram comercializadas 1.918 unidades habitacionais, 45% mais do que em 2014

Livre Mercado 02/01/2016 | 12h17

Aeroporto de Joinville comemora avanços em 2015

Confira entrevista com Rones Rubens Heidemann, superintendente do aeroporto

Livre Mercado 30/12/2015 | 18h13

Walmart fecha unidades da rede Todo Dia em Joinville

Grupo americano não confirma número de unidades desativadas, apenas que serão "algumas"

Livre Mercado 30/12/2015 | 07h08

Mais da metade dos joinvilenses está com dívidas, diz pesquisa da Fecomércio

Índice de famílias endividadas na cidade atingiu 50,4% em dezembro. No ano passado, no mesmo mês, a taxa era 39,2%

Livre Mercado 29/12/2015 | 07h09

Mercado imobiliário de Joinville dá sinais de recuperação em alguns setores

Pesquisa encomendada pelo Sinduscon mostra que no terceiro trimestre deste ano foram comercializadas 40% mais unidades de prédios verticais do que no trimestre anterior

Livre Mercado 28/12/2015 | 06h31

Loetz: Trabalhadores das indústrias têxteis definem pauta de reivindicações

Documento tem 80 cláusulas e pede, entre outras coisas, a reposição da inflação oficial a partir de 1º de fevereiro

Livre Mercado 25/12/2015 | 19h12

Claudio Loetz, sobre 2016: "Luz no fim da escuridão? Sempre há. Precisaremos de paciência, determinação e disciplina"

Colunista faz análise sobre o que esperar da economia no ano que vem

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros