Pedro Machado: O piano do Grande Hotel - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Blumenau15/11/2016 | 08h01

Pedro Machado: O piano do Grande Hotel



Sócios do Grande Hotel entraram na Justiça alegando que existem bens de terceiros, e que portanto não seriam da empresa, que estão lacrados dentro do imóvel. Na lista, além de utensílios de cozinha e documentos pessoais de antigos proprietários, constariam um gerador e um piano da tradicional marca Fritz Dobbert.

No entanto, não foi apresentada documentação que comprove que os objetos pertencem a outras pessoas, o que levou o juiz Sérgio Agenor de Aragão a não autorizar a retirada dos itens.

Também tramita na Justiça um pedido de revisão dos bens. O Grande Hotel está avaliado em R$ 19.019.000,00. Desta quantia, R$ 19 milhões equivalem ao prédio e R$ 19 mil a móveis e equipamentos — valor que pude subir se esses bens forem reavaliados.

JORNAL DE SANTA CATARINA

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCâmaras de Joinville e Chapecó lideram despesas com diárias em Santa Catarina  https://t.co/dKl5ARjuHg #LeiaNoSantahá 7 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaMinistério Público investiga morte em operação do Bope, em Piçarras https://t.co/glCVrM49pb #LeiaNoSantahá 8 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca