Aos 68 anos, Pedro segue na ativa: "Sou respeitado e um exemplo" - Política e Economia - Santa

Idosos no mercado de trabalho16/12/2016 | 22h02Atualizada em 16/12/2016 | 22h02

Aos 68 anos, Pedro segue na ativa: "Sou respeitado e um exemplo"

Responsável por fiscalizar e auditar mercadorias em supermercado faz parte de um cenário que deve se tornar cada vez mais comum no país

Aos 68 anos, Pedro segue na ativa: "Sou respeitado e um exemplo" Bruno Alencastro/Agencia RBS
Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

Trabalhar é um prazer para Pedro Aldorffy Neto, 68 anos, responsável pela área de fiscalização e auditagem de mercadorias de uma loja do Walmart no bairro Menino Deus, na Capital. Ser útil o faz sentir-se bem. Mesmo aposentado há um ano e meio, parar é algo que ainda não está nos planos, pelo menos os mais imediatos.

Aldorffy foi empresário, mas, com problemas nos negócios, ficou em casa de 2002 a 2012, consertando aparelhos eletrônicos para os vizinhos, sustentando-se com uma renda da época de vacas mais gordas. Há quatro anos, resolveu voltar ao mercado de trabalho. E começar por baixo. Foi buscar trabalho no Sine municipal e conseguiu emprego.

Leia mais:
O futuro do mercado de trabalho a partir da reforma da Previdência
Ocupação aumenta, mas idosos relatam dificuldade de colocação
Calcule quando você se aposentará se reforma da Previdência for aprovada

Diariamente, sai de casa às 5h15min para abrir a loja às 5h55min para os funcionários que começam a chegar e preparar a loja para a entrada dos clientes. No supermercado, confere mercadorias enviadas, verifica produtos que perdem validade, registra itens quebrados.

— Sou respeitado e um exemplo para jovens e os mais velhos — gaba-se Aldorffy.

Sentindo-se produtivo, com raciocínio ágil e capaz de desempenhar bem suas tarefas, só há uma razão que ele cita ao ser questionado sobre quando pensa em ter de vez uma vida de aposentado.

— Espero um dia parar de trabalhar, mas por uma razão simples. Por causa da minha companheira, para viajar. O sonho dela é conhecer Paris na primavera — revela Aldorffy.

Leia também:
Como será o mercado do trabalho no futuro?
Conhecimento acumulado é oportunidade para empreender
Três vidas e um futuro incerto com a reforma da Previdência


 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: prefeitura explica pontos da homologação da Piracicabana https://t.co/8ugxHdYN0W #LeiaNoSantahá 58 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaAO VIVO: Acompanhe as festas e blocos do Carnaval 2017 em Santa Catarina  https://t.co/TvZfBChzgB #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros