PP aceita convite para entrar no secretariado de Raimundo Colombo - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Governo do Estado21/12/2016 | 19h56Atualizada em 21/12/2016 | 23h26

PP aceita convite para entrar no secretariado de Raimundo Colombo

Deputado Valmir Comin vai assumir a Assistência Social. Tucanos também foram convidados,  mas ainda não oficializaram entrada no governo

upiara boschi
upiara boschi

O governador Raimundo Colombo (PSD) encaminhou a reforma do secretariado com a decisão do PP de aceitar o convite para o deputado estadual Valmir Comin para a pasta de Assistência Social. Embora ainda não haja a confirmação oficial do PSDB catarinense, é dado como certo no Centro Administrativo que os deputados estaduais tucanos Vicente Caropreso e Leonel Pavan assumirão em janeiro as secretarias de Saúde e de Turismo, Cultura e Esporte.

Raimundo Colombo encaminha mudanças no primeiro escalão
Upiara Boschi: Colombo quer todos 
Moacir Pereira: Reforma de secretariado depende de conversas com PSDB e PP

A integração dos dois partidos ao secretariado é a grande novidade do governo Colombo para 2017 – consolidando o apoio que tucanos e pepistas têm 
dado na Assembleia Legislativa e buscando aproximar as siglas do projeto do PSD para 2018. O Diário Oficial do Estado trouxe na edição de ontem a exoneração do secretário João Paulo Kleinübing (PSD), da Saúde, abrindo oficialmente uma das vagas que foi oferecida ao PSDB. Kleinübing havia manifestado interesse em voltar para a Câmara dos Deputados.

As conversas com o PSDB, especialmente com Pavan e Caropreso, vêm acontecendo há pelo menos dois meses. No fim de novembro, a negociação foi oficializada após reunião da cúpula tucana, quando o deputado estadual Marcos Vieira, presidente estadual da sigla, recebeu o aval para acertar com Colombo os termos da adesão. Diversos encontros foram realizados desde então. Embora seja dado como certo no governo, Vieira nega que o acordo esteja fechado.

— Estamos deixando o fruto madurar para ver de que lado vai cair. É verdade que existem no PSDB defensores da participação no governo, assim como existem os que são contrários. O que deve prevalecer é a unidade partidária — diz Vieira.

A maior resistência vem do senador Paulo Bauer e do deputado federal Marco Tebaldi. Mesmo assim, nos bastidores, Caropreso e Pavan já mapeiam futuros assessores. Ontem, por exemplo, Pavan visitou a sede da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte – que está sendo tocada interinamente por Nelson Serpa (PSD), da Casa Civil, desde a exoneração de Filipe Mello (PR) no início de dezembro. Outra mudança acertada na área é a nomeação de Rodolfo Pinto da Luz (PSD) para a Fundação Catarinense de Cultura. Ex-reitor da UFSC, ele comandou a Secretaria de Educação de Florianópolis nos últimos 12 anos e concorreu a vice-prefeito na chapa de Angela Amin (PP) este ano.

A adesão do PP ao governo foi acertada nesta semana, quando Comin foi convidado pelo governador. A aproximação teve início semana passada em telefonema de Colombo ao presidente estadual da sigla, Esperidião Amin., Nesta quarta-feira, ambos voltaram a se reunir em Florianópolis.

— O Comin está autorizado  a aceitar — afirmou o deputado federal horas antes da oficialização.

As demais alterações no secretariado já estão consolidadas. Todas envolviam o PMDB, que mexeu em algumas das posições que já ocupava. O deputado estadual Luiz Fernando Vampiro aceitou suceder João Carlos Ecker na Secretaria de Infraestrutura, último ponto nas mudanças nos cargos do partido. Além dele, Acélio Casagrande reassumiu a Secretaria Executiva de Articulação Nacional e Milton Martini substituiu João Matos na Secretaria de Administração, cargo que ocupou em 2011.

Raimundo Colombo encaminha mudanças no primeiro escalão
Upiara Boschi: Colombo quer todos 
Moacir Pereira: Reforma de secretariado depende de conversas com PSDB e PP



 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaGrávida de 37 semanas é morta a facadas em Palhoça https://t.co/1E88pWwmZq #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaOAB Joinville vai avaliar se houve ilegalidade em medida tomada pela Maternidade Darcy Vargas https://t.co/4ILOlARrMV #LeiaNoSantahá 3 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros