Veja a média de preço do metro quadrado de imóveis residenciais em Joinville - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Economia20/12/2016 | 07h04

Veja a média de preço do metro quadrado de imóveis residenciais em Joinville

Sete bairros estão na região mais valorizada da cidade para o mercado imobiliário

Veja a média de preço do metro quadrado de imóveis residenciais em Joinville Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
O América está entre os bairros com imóveis mais valorizados Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS
A região mais valorizada de Joinville está no chamado cluster 2, de acordo com o estudo da Brain, e inclui sete bairros, nos quais o preço médio, por metro quadrado, está calculado em R$ 5.038. São América, Atiradores, Glória, Santo Antônio, Bom Retiro, Centro e Costa e Silva. Claro, há distinções de valores de mercado dependendo da localização e das características de cada imóvel dentro dos bairros.

Essa lógica se aplica a todos os sete clusters (que foram monitorados pela equipe de pesquisadores e você confere no mapa ao lado). Nesta região se encontra a maior diversidade de elementos de infraestrutura urbana disponível, com larga oferta de prestação de serviços para dar comodidade aos seus moradores.

Imóveis no Anita Garibaldi, Bucarein, Floresta, Guanabara e no Itaum custam R$ 4.591 por m². A região incorpora ambientes qualificados e com adensamento populacional significativo previsto a partir da aprovação e sanção da Lei de Ordenamento Territorial (LOT).

Outro espaço geográfico considerado de ponta em Joinville compreende o grande distrito de Pirabeiraba (cluster 3), onde estão instaladas importantes indústrias, que conviver com lugares bucólicos, e relevantes áreas de preservação ambiental. Aí, o comprador vai pagar, em média, R$ 4.211 por m².

O vasto espaço que inclui seis bairros muito populosos – Aventureiro, Boa Vista, Comasa, Espinheiros, Iririú e Saguaçu (cluster 6) está com imóveis cotados, em média, a R$ 3.799. por m². Não há dúvida de que os valores vão variar de maneira importante, dada a grande variedade de tipos de casas e de apartamentos situados em locais tão distintos a notar aspectos de infraestrutura existente. Só como exemplo, o Saguaçu oferece bem melhores condições do que o Espinheiros, embora, metodologicamente, a consultoria Brain tenha juntado no mesmo cluster.

No Vila Nova e no São Marcos, bairros da região Oeste, em expansão, mas separados do centro pela BR-101, os imóveis são avaliados em R$ 3.425.

Três bairros da região Sul – Boehmerwaldt, Itinga e Paranaguamirim –, enquadrados no cluster 4, aparecem já menos valorizados em relação aos demais até aqui analisados. Neles, o m² custa R$ 3.007, valor bem próximo dos R$ 2.928 avaliados para o Adhemar Garcia, Fátima e Petrópolis.

A NOTÍCIA

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    Santa"Revisão da meta fiscal vem em momento de insatisfação da bancada", diz Dário Berger (PMDB) https://t.co/OFba8sYHYh #LeiaNoSantahá 5 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaSaiba como proteger seu cão contra a leishmaniose visceral  https://t.co/utQsUCykfd #LeiaNoSantahá 12 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros