Corpo de Teori Zavascki deve ser trazido para Porto Alegre - Política e Economia - Santa

A pedido da família19/01/2017 | 23h21Atualizada em 20/01/2017 | 07h49

Corpo de Teori Zavascki deve ser trazido para Porto Alegre

Resgate foi feito na madrugada desta sexta-feira

Corpo de Teori Zavascki deve ser trazido para Porto Alegre Reprodução,Twitter/Aeroagora
Foto: Reprodução,Twitter / Aeroagora
Zero Hora
Zero Hora

A despedida ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, morto nesta quinta-feira em acidente aéreo, deve ser realizada em Porto Alegre. Segundo assessores próximos da presidente do STF, Cármen Lúcia, a ministra informou que irá respeitar a vontade da família para que a cerimônia ocorra na capital gaúcha e não em Brasília. 

Um dos filhos do magistrado, o médico Alexandre Prehn Zavascki, explicou ao G1 que Porto Alegre "é a cidade do coração dele". A família aguarda definição do STF e, até o momento, não há confirmações sobre o velório e o enterro. O próprio Supremo deve divulgar as informações.

Leia mais:
AO VIVO: acompanhe a repercussão da morte de Teori Zavascki
Acidente com Teori Zavascki paralisa delação da Odebrecht
O que já se sabe sobre o acidente aéreo que matou o ministro Teori Zavascki

Após ser retirado dos destroços da aeronave durante a madrugada desta sexta-feira, o corpo de Teori Zavascki foi encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Angra dos Reis, onde deve ser reconhecido por parentes antes de ser liberado.

Natural de Faxinal dos Guedes, no oeste catarinense, Teori nasceu em 15 de agosto de 1948 e iniciou a carreira jurídica no Rio Grande do Sul. Em 1972, ele se formou em Direito na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde concluiu mestrado e doutorado na área de Processo Civil. Ele também se tornou professor da instituição federal gaúcha. 

O ministro foi juiz do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), com sede em Porto Alegre, de 2001 a 2003, e também fez parte do Tribunal Regional Eleitoral gaúcho. Indicado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC), tomou posse como ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Em novembro de 2012, ingressou na mais alta corte nacional.

Como ia seguido a Porto Alegre, onde moram os filhos e tinha apartamento, gostava de assar churrasco, assistir aos jogos do Grêmio e sair para jantar. Ex-conselheiro tricolor, o ministro quebrava o semblante fechado nas sessões do STF quando ouvia perguntas sobre o time do coração. Na véspera da final da Copa do Brasil, chegou ao plenário de gravata azul celeste.

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaLava-Jato pede R$ 2,3 bilhões de indenização a políticos do PP https://t.co/yH1PsV7CRr #LeiaNoSantahá 7 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCasos de depressão aumentam quase 20% em 10 anos, alerta OMS https://t.co/hkoPPMWqEq #LeiaNoSantahá 18 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros