Gean Loureiro assume defendendo austeridade na prefeitura de Florianópolis - Política e Economia - Santa

Política01/01/2017 | 21h17Atualizada em 01/01/2017 | 22h15

Gean Loureiro assume defendendo austeridade na prefeitura de Florianópolis

O peemedebista foi empossado junto com o vice João Batista Nunes (PSDB) e os 23 vereadores eleitos em cerimônia na Assembleia Legislativa

Gean Loureiro assume defendendo austeridade na prefeitura de Florianópolis Marco Favero/Agencia RBS
Foto: Marco Favero / Agencia RBS
upiara boschi
upiara boschi

Sem disfarçar a emoção e a euforia, Gean Loureiro (PMDB) tomou posse como prefeito de Florianópolis na tarde deste domingo prometendo austeridade nas contas, diálogo com a sociedade e o Legislativo e fazer com que a cidade tenha orgulho de seus governantes. O peemedebista foi empossado junto com o vice João Batista Nunes (PSDB) e os 23 vereadores eleitos em outubro em uma cerimônia na Assembleia Legislativa.

Antes do evento, Gean circulava descontraído na antessala das galerias do plenário, onde também aguardavam os vereadores. Adiantou que não traria um discurso para ler, apenas temas dispostos em tópicos. Após os parlamentares, fez o juramento determinado pela Lei Orgânica de Florianópolis e assinou o livro de posse - momento em que uma banda nas galerias da Assembleia começou a tocar o Tema da Vitória, marcando a conquista do mandato de prefeito quatro anos após a primeira tentativa em 2012, quando foi derrotado no segundo turno por Cesar Souza Junior (PSD).

Ao discursar, Gean Loureiro destacou as autoridades e políticos presentes. Chamou o deputado estadual Marcos Vieira, presidente estadual do PSDB, de "amigo e um dos responsáveis pela formação deste time", em referências às articulações para a aliança entre PMDB e PSDB em Florianópolis. Ao senador Dário Berger (PMDB) agradeceu à oportunidade de "conhecer de maneira mais próxima a máquina da prefeitura" quando foi secretário municipal nas gestões do aliado. Lembrou o vice-governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB), que participou de parte da cerimônia antes de partir para Laguna para a posse de Mauro Candemil (PMDB), como "um parceiro de Florianópolis junto com o governador Raimundo Colombo (PSD)".

Entre os tópicos de seu discurso, Gean foi enfático ao dizer que será necessário um choque de austeridade para conseguir recursos para as obras prometidas na campanha eleitoral.

— Temos que iniciar, sim, com uma política de redução de custos. Temos, sim, que buscar ampliação da arrecadação com mais agilidade nos processos, com o crescimento ordenado da cidade e sem a ampliação de alíquotas de impostos — disse Gean.

O prefeito se emocionou ao lembrar do acidente sofrido em junho de 2013, em que sofreu diversas fraturas.

— Se estou vivo hoje é porque Deus tinha uma missão nobre. Em muitos momentos confesso que quase desistimos. Não foi fácil. Olhar tão perto o sonho de prefeito e poder mudar nossa cidade e talvez não ter saúde para poder atingir. Quando muitos não acreditavam, talvez nem os médicos, meu coração persistiu, foi firme e vencemos tudo que tinha para vencer em tempo recorde — lembrou.


Gean Loureiro toma posse como prefeito de Florianópolis

Napoleão Bernardes, vice-prefeito e vereadores eleitos tomam posse em Blumenau

Volnei Morastoni fala em ajustes econômicos no primeiro discurso como prefeito de Itajaí

Gean Loureiro reúne secretários e promete nomear "estrutura mínima" no primeiro mês de gestão

Florianópolis: o desafio de Gean Loureiro (PMDB) para retomar o fôlego nas contas

Fabrício Oliveira recebe as chaves do gabinete em ato simbólico em Balneário Camboriú

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaTaxista é assaltado no bairro Escola Agrícola, em Blumenau https://t.co/HflKdiXh5w #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCatarinense Giulia Soncini é eliminada do The Voice Kids https://t.co/lshf90Uxw3 #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros