Escolha de ministro da Justiça não terá conotação partidária, diz Temer - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Planalto15/02/2017 | 12h46Atualizada em 15/02/2017 | 12h48

Escolha de ministro da Justiça não terá conotação partidária, diz Temer

Presidente usou Twitter para comentar o assunto

Escolha de ministro da Justiça não terá conotação partidária, diz Temer Marcos Corrêa/PR/
Foto: Marcos Corrêa/PR
Agência Brasil
Agência Brasil

O presidente Michel Temer disse nesta quarta-feira, por meio de sua conta no Twitter, que a escolha do futuro ministro da Justiça será "pessoal, sem conotações partidárias". 

Temer disse que esteve com o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Carlos Velloso na quarta-feira, quando conversaram por mais de uma hora, e que seguirão dialogando. Veja as publicações:

Leia mais:
Temer diz que indicará novo ministro da Justiça "logo, logo"
Gilmar Mendes diz que plenário do STF deve decidir sobre posse de Moreira Franco 

O encontro entre Temer e Velloso foi confirmado na terça-feira pelo porta-voz da Presidência, Alexandre Parola. Ele ocorreu em meio às consultas que Temer tem feito para a nomeação de um novo ministro da Justiça, após indicar Alexandre de Moraes para uma vaga no STF. 

Velloso, 81 anos, é cogitado para assumir o cargo. O presidente disse em ocasião anterior que não tem prazo para indicar o substituto de Moraes. Mas o Palácio do Planalto sinaliza que a definição pode ser acelerada por causa das manifestações de policiais militares no Espírito Santo e no Rio de Janeiro.

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaMulheres negras sofrem mais violência que as brancas em SC https://t.co/X7froxFOXv #LeiaNoSantahá 6 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaBlumenau e Rio do Sul esperam verba para recuperar prejuízo com chuvas em 2017 https://t.co/A5huCcWilq #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca