"Obviamente que não acredito", diz Tarso sobre propina que Lula teria recebido - Política e Economia - Santa

Operação Lava-Jato16/02/2017 | 13h32Atualizada em 16/02/2017 | 18h53

"Obviamente que não acredito", diz Tarso sobre propina que Lula teria recebido

Ex-governador Tarso Genro prestou depoimento como testemunha em ação resultante da Lava-Jato contra o ex-presidente

"Obviamente que não acredito", diz Tarso sobre propina que Lula teria recebido Eduardo Matos/Agência RBS
Foto: Eduardo Matos / Agência RBS

O ex-governador gaúcho Tarso Genro prestou depoimento como testemunha do ex-presidente Lula nesta quinta-feira em processo resultante da Operação Lava-Jato. O petista falou durante uma hora e 10 minutos por videoconferência na Justiça Federal, em Porto Alegre. Durante 20 minutos respondeu a perguntas do juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Sergio Moro, por cinco minutos respondeu ao Ministério Público Federal e durante 45 minutos tirou dúvidas dos advogados de Lula. As informações são da Rádio Gaúcha.

O ex-presidente é acusado de receber propina através de empreiteira no caso do triplex do Guarujá, no litoral paulista. Ao final do depoimento, Tarso Genro disse que principalmente explicou como ocorriam as negociações políticas dentro do Governo. O petista foi ministro do Governo Lula.

Leia mais
Cometi essa "sandice", diz Delcídio sobre suposta ordem de Lula
Lula reitera ao STF que impedir sua nomeação para a Casa Civil foi "erro histórico"
Defesa de Lula pede a Moro "absolvição sumária" de Marisa 

— Eram sete pontos da coalizão. Assinamos um documento com todos os partidos que participaram nos comprometendo com esses sete pontos. O aprofundamento das políticas sociais, crescimento econômico superior a 6%, aprofundamento dos investimentos em educação e saúde pública, que foi o que unificou o segundo governo do presidente Lula e formou o governo de coalizão.

Perguntado sobre a acusação de recebimento de propina por Lula, Tarso disse não acreditar.

— Obviamente que não acredito. E também sei que o presidente não seria capaz de se subordinar a esse tipo de relacionamento.

Tarso também disse que não tem qualquer informação sobre os bens do ex-presidente, por se tratar de questões privadas de Lula. Outras duas testemunhas prestaram depoimento por videoconferência, em Porto Alegre.

Leia as últimas notícias sobre a Operação Lava-Jato

*Rádio Gaúcha

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPrevisão indica temporal de terça a quarta-feira em Santa Catarina https://t.co/KhW8VZCV31 #LeiaNoSantahá 1 minutoRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaTemer e primeiro-ministro da Espanha iniciam reunião no Palácio do Planalto https://t.co/t3L8goxaef #LeiaNoSantahá 48 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros