Procon encontra diferença de 93% no preço do mesmo ovo de Páscoa - Política e Economia - Santa

Economize31/03/2017 | 03h23Atualizada em 31/03/2017 | 09h52

Procon encontra diferença de 93% no preço do mesmo ovo de Páscoa

Em Santa Catarina, Florianópolis é a cidade com a maior diferença

Procon encontra diferença de 93% no preço do mesmo ovo de Páscoa Omar Freitas/Agencia RBS
Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

A tentação ao se passar por baixo de um parreiral de ovos de chocolate é grande, mas o impulso para compra é o principal vilão de quem quer economizar nos presentes de Páscoa. Pesquisa dos Procons das cidades-polo do Estado e Balneário Camboriú encontraram diferença de até 93,2% no mesmo produto.

A cidade com maior variação de preço é Florianópolis (veja a tabela completa abaixo), onde a diferença no ovo Shot, de 236 gramas, da Lacta, é de 93,22%. O levantamento analisou 74 itens em sete estabelecimentos. O secretário municipal Defesa do Consumidor, Trabalho e Renda, Tiago Silva, diz que levantamentos como estes são importantes para alertar sobre a importância da pesquisa de preços.

– O consumidor de antigamente pesquisava mais, o de hoje me parece não procurar tanto antes de comprar. Cabe a gente  alertar que se o consumidor fizer pesquisa, aqueles estabelecimentos que estão com os preços mais altos tendem a baixar – diz.

Em Joinville, a diferença mais alta encontrada na pesquisa realizada em 24 de março foi no ovo Diamante Negro de 320 gramas, da Lacta, que oscilou até 72,7% entre as redes pesquisadas. A busca por melhores ofertas na cidade possibilita economia até R$ 28,08 em um único produto, caso do ovo Ferrero Collection ao Leite de 241 gramas. Quando computado o preço do quilo, o Kinder Ovo Star Wars e o My Little Poney disparam na frente. Os ovos vendidos em embalagens de 150g acompanhados de brinquedo têm preço médio de R$ 37,18, o que equivaleria a R$ 371,28 o quilo.

Economia de até R$ 31,90 em um único produto

Em Criciúma, a maior variação ficou em 49,4% no Ovo Surpresa de 150 gramas, da Nestlé, com diferença de R$15,50. Foram tabelados os preços de 30 itens. O ovo de chocolate mais caro, de 354 gramas, custa R$ 74,99. O mais barato, com 236 gramas, pode ser adquirido por R$ 24,90.

A oscilação mais alta em Balneário Camboriú, onde foram analisados 61 produtos, foi no ovo Bis Oreo de 318 gramas, da Lacta, cujo valor oscila entre R$ 36,99 e R$ 68,89 (86%). Ou seja, se o consumidor pesquisar bem, pode economizar R$31,90. 

O Procon de Lages ainda trabalha na tabulação dos dados pesquisados, que devem ser divulgados hoje. Mas antecipou ao Diário Catarinense ter encontrado grande disparidade de preços não só nos ovos. Entre as caixas de chocolates com 300 gramas, por exemplo, houve oscilação de 100% no preço (entre R$ 4,99 e R$ 9,98). Já as barras de 120/150 gramas apresentaram variação em 122% (de R$ 3,59 a R$ 7,99).

Os Procons das cidades de Blumenau, Chapecó e Itajaí também foram consultados, mas ainda não divulgaram a pesquisa de preços de ovos de Páscoa 2017.

Como economizar

1 - Faça uma lista com os nomes das pessoas que deseja presentear, priorizando os mais próximos e as crianças;

2 - Procure saber o gosto dessas pessoas. Há quem prefira chocolate em quantidades menores ou apenas sabores específicos. Assim, estará evitando o desperdício;

3 - Pesquise preços e trace um orçamento, para que possa prever o seu gasto total. Se ficar alto, veja de que formas pode reduzir;

4 - Pense além dos ovos de Páscoa: confira preços dos bombons e chocolates em barra, já que costumam ter a mesma quantidade por preços mais acessíveis; 

5 - Evite se endividar para presentear nesta Páscoa, ou seja, parcelar as compras ou entrar no cheque especial;

6 - Na hora das compras, opte pelos estabelecimentos que oferecem os menores preços. Vá com tempo e paciência para pesquisar;

7 - Leve a lista e siga o orçamento. Se desejar comprar algo fora do planejamento, some o valor e analise qual será o gasto total;

8 - Confira os preços nas gôndolas e também no caixa, evitando pagar mais caros do que o planejado;

9 - Caso não se importe em presentear após a Páscoa, é válido esperar, pois os preços caem consideravelmente.

10 - Considere preparar seus próprios chocolates para presentear, diminuindo as despesas.

Fonte: DSOP Educação Financeira

Pesquisa de preço de Florianópolis:

Pesquisa Procon Criciúma:

Pesquisa Procon Joinville:

Pesquisa Procon Balneário Camboriú:


 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedido da OAB por impeachment pode influenciar o julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE https://t.co/4dli9Efqmh #LeiaNoSantahá 11 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaSemana termina com nebulosidade e previsão de chuva em parte de SC  https://t.co/vkEz1rODzN #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros