Moacir Pereira: Pizzolatti tem R$ 124 milhões em bens indisponíveis por decreto da Justiça - Política e Economia - Santa

Versão mobile

 

Política10/04/2017 | 09h03Atualizada em 10/04/2017 | 09h13

Moacir Pereira: Pizzolatti tem R$ 124 milhões em bens indisponíveis por decreto da Justiça

Ex-deputado federal do Vale do Itajaí é o único catarinense na lista de políticos do PP acusados pelo MP

Moacir Pereira: Pizzolatti tem R$ 124 milhões em bens indisponíveis por decreto da Justiça Lucio Bernardo Jr./Agência Câmara
Foto: Lucio Bernardo Jr. / Agência Câmara

  • O ex-deputado federal João Pizzolatti, do Vale do Itajaí,é o único catarinense constante da lista da 1ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, que decretou a indisponibilidade dos bens de 11 políticos do Partido Progressista, no valor total de 477 milhões de reais. O pedido do Ministério público Federal, acatado pela Justiça Federal, inclui ex-vice-presidente do Diretório Estadual do PP em R$ 124.055.758,32. Maior do que ele, só o de Mário Negromonte, com quase 170 milhões de reais.

  • Secretário

  • João Pizzolatti, ex-deputado federal por Santa Catarina, está sendo acusado pelo recebimento de propinas no Mensalão e no Petrolão. Para ganhar foro privilegiado foi nomeado três vezes Secretário de Estado em Roraima. Duas vezes, a nomeação foi cassada pela Justiça Estadual, sob alegação de que era inelegível, não possuía direitos políticos e estava impedido de exercer cargos públicos. A governadora Suely Campos, do PP, nomeou Pizzolatti pela terceira vez há 50 dias.

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPolícia Civil prende quatro dos cinco envolvidos no assassinato de médico em Timbó https://t.co/AZIHrny2BY #LeiaNoSantahá 25 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCorpo de médico desaparecido desde sábado passado em Timbó é localizado  https://t.co/z02JpmorI6 #LeiaNoSantahá 9 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca