Com poucas confirmações, Temer cancela jantar com aliados - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Terremoto no poder21/05/2017 | 17h05Atualizada em 21/05/2017 | 17h10

Com poucas confirmações, Temer cancela jantar com aliados

Mesmo que não tenha conseguido mobilizar o evento que planejava, Temer está reunido com ministros, no Alvorada, desde o início da tarde

Com poucas confirmações, Temer cancela jantar com aliados Ueslei Marcelino/REUTERS/FOLHAPRESS
Encontros de Temer com aliados se tornaram ainda mais frequentes desde a divulgaçaõ do conteúdo das delações da JBS Foto: Ueslei Marcelino / REUTERS/FOLHAPRESS
Matheus Schuch/RBS Brasília

matheus.schuch@gruporbs.com.br

O presidente Michel Temer decidiu cancelar o jantar previsto para a noite deste domingo (21), no Palácio da Alvorada. O motivo é a baixa adesão aos convites encaminhados pelo ministro da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy, a deputados e senadores da base. 

Em meio à crise aberta pela delação de executivos da JBS, Temer tenta garantir apoio no Congresso e manter a agenda de reformas. No entanto, interlocutores do Planalto dizem que o aviso, feito pela manhã, ocorreu "em cima da hora", e que muitos parlamentares não chegariam a Brasília a tempo do encontro. Oficialmente, o Planalto diz que nunca houve intenção de jantar. 

Leia mais:
Carolina Bahia: Doria e Alckmin telefonam para Temer e garantem apoio
Padilha diz que decisão da OAB sobre impeachment surpreendeu Planalto
Michel Temer recebe Moreira Franco e Eliseu Padilha no Alvorada

Mesmo que não tenha conseguido mobilizar o evento que planejava, Temer está reunido com ministros, no Alvorada, desde o início da tarde. O peemedebista já recebeu os titulares da Casa Civil, Eliseu Padilha; da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco; da Justiça, Osmar Serraglio; e da Defesa, Raul Jungmann. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também se encontrou com Temer pela manhã. 

Os encontros com ministros e deputados aliados se tornaram ainda mais frequentes desde a última quarta-feira (17), quando o conteúdo das delações da JBS começou a ser divulgado. Além de advogados e auxiliares diretos, Temer tem consultado os políticos mais próximos para discutir formas de enfrentar a crise. 

Nos bastidores, o Palácio da Alvorada tem sido chamado de "bunker".

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaDeschamps aborda os desafios da flexibilização de currículo no ensino médio durante congresso em SP https://t.co/6IDi19F0Ad #LeiaNoSantahá 14 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaBurocracia trava início da operação dos escâneres corporais em 14 unidades prisionais de SC https://t.co/7d9bIJy109 #LeiaNoSantahá 20 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros