"Nunca houve a intenção de comprar esse triplex", diz Lula em depoimento a Moro - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Lava-Jato10/05/2017 | 20h20Atualizada em 11/05/2017 | 08h40

"Nunca houve a intenção de comprar esse triplex", diz Lula em depoimento a Moro

Ex-presidente depôs na Justiça Federal em Curitiba nesta quarta-feira 

"Nunca houve a intenção de comprar esse triplex", diz Lula em depoimento a Moro Reprodução,divulgação/Divulgação
Foto: Reprodução,divulgação / Divulgação
Zero Hora
Zero Hora

Em depoimento ao juiz Sergio Moro, nesta quarta-feira (10), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a negar que o apartamento triplex localizado no Guarujá, litoral paulista, é de sua propriedade.

— Nunca houve a intenção de comprar esse triplex — afirmou.

AO VIVO: Lula presta depoimento a Moro em Curitiba por quase 5 horas

Lula disse que o interesse em adquirir uma cota no empreendimento foi uma iniciativa de sua mulher, Marisa Letícia:

— Simplesmente, minha mulher resolveu comprar uma cota da cooperativa Bancoop.

Leia mais
Depoimento de Lula a Moro em Curitiba acaba após quase cinco horas
Ataque com rojões e marcha em Curitiba: o que ocorreu até a chegada de Lula na Justiça Federal

Lula é réu em cinco processos; o que pesa contra o ex-presidente

Lula disse que ficou sabendo do apartamento em 2005, que só voltou a discutir sobre o investimento em 2013 e que se tratava de "uma unidade simples". O ex-presidente destacou que só ficou sabendo que o imóvel era um triplex em 2013.

O ex-chefe do Executivo nacional também afirmou, mais uma vez, que não solicitou reformas no imóvel, mas que constatou "muitos defeitos no prédio" durante uma visita e que não se interessou pela compra logo nesse primeiro contato com o empreendimento:

— No dia em que eu fui ver (o apartamento), me dei conta de que não era possível que eu tivesse um apartamento naquele local. Eu não teria como visitar a praia. Segundo, o apartamento era muito pequeno para uma família de cinco filhos, oito netos e, agora, uma bisneta.

Segundo Lula, dona Marisa, que não gostava do litoral, não se interessou em adquirir o apartamento, mas queria fazer "negócios":

— A dona Marisa tinha uma coisa importante. Ela não gostava de praia. Ela nunca gostou de praia. Certamente ela queria o apartamento para investimento.

 Logo no início do depoimento, Lula afirmou:

— A verdade é a seguinte: não solicitei, não recebi, não paguei e não tenho nenhum triplex.

O ex-presidente voltou a afirmar que esteve uma única vez no Edifício Solaris, em Guarujá, no litoral de São Paulo, para visitar o apartamento triplex, que considerou inadequado.

— Quando eu fui ver, não gostei.

Lula alegou não ter solicitado reformas no imóvel. No entanto, destacou que após ter apontado vários "defeitos" o ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, disse que iria "fazer uma proposta".

— E nunca mais conversei com o Léo — acrescentou. 

Moro perguntou se Lula tinha desistido do triplex depois que ele visitou o imóvel:

— O senhor decidiu que não ia ficar com esse primeiro triplex já na primeira visita que o senhor fez em fevereiro de 2014?

— Foi isso. Nunca solicitei e nunca recebi apartamento. Imagino que o Ministério Público vai na hora que for falar apresentar as provas. Eles devem ter pelo menos algum documento que prove o direito jurídico de propriedade para dizer que é meu o apartamento.

Em outro momento, Moro apresentou um laudo da Polícia Federal (PF), no qual consta um documento de adesão, sem assinatura, relativo à aquisição de um apartamento duplex, de três dormitórios, que se tornaria o triplex atribuído ao ex-presidente. Segundo a PF, o documento foi encontrado em busca no apartamento de Lula em São Bernardo do Campo. Ele disse não conhecer o contrato:

— Não me mostraram isso, quem apreendeu não me mostrou. Talvez quem acusa saiba como foi parar lá. Se não está assinado, doutor...

Lula foi confrontado por Moro com o depoimento que deu à PF em março de 2016, quando foi conduzido coercitivamente. Segundo o magistrado, na ocasião o petista havia afirmado que ele próprio teria tomado a decisão de não ficar com o apartamento após uma segunda visita da Marisa ao imóvel.

— Repito a mesma coisa, eu apenas não tenho clareza se a Dona Marisa¿ a Dona Marisa não me disse no mesmo dia que ela foi lá que ela não ia ficar com a apartamento. Eu tinha mostrado para ela que era inadequado o apartamento, ela foi lá, acho que ela queria ver se podia ficar para vender, porque o apartamento, na verdade, é o seguinte, o apartamento nunca, nunca foi me oferecido antes da data que fui lá ver e quando fui ver, não gostei. É isso — relatou.

Segundo Lula, a acusação de que ele teria solicitado a instalação de um elevador no prédio do Guarujá é "uma das anomalias da denúncia do Ministério Público". Para reforçar sua afirmação, o ex-presidente entregou a Moro uma foto da escada de sua casa, na qual ele diz morar:

— Isso aqui, doutor, é uma escada caracol. O senhor deve conhecer. Essa escada tem 16 degraus. Essa escada é do meu apartamento, no qual eu moro há 18 anos. A dona Marisa tomava remédio todo santo dia para dor na cartilagem. Será que alguém de bom senso nesse país imagina que eu ia pedir um elevador em um apartamento que não era meu e ia deixar de pedir para fazer um elevador no apartamento em que a dona Marisa morava.

*Zero Hora

 
 
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros