Temer oferece jantar a aliados e ministros neste domingo para garantir apoio a reformas - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Terremoto no poder21/05/2017 | 13h00Atualizada em 21/05/2017 | 16h17

Temer oferece jantar a aliados e ministros neste domingo para garantir apoio a reformas

Já a reunião que aconteceria entre líderes de PSDB e DEM na noite deste domingo para discutir o apoio ao governo Temer foi suspensa

Temer oferece jantar a aliados e ministros neste domingo para garantir apoio a reformas EVARISTO SA/AFP
Foto: EVARISTO SA / AFP
Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

O presidente Michel Temer recebe na noite deste domingo (21) no Palácio da Alvorada parlamentares da base aliada e ministros para um jantar. Em meio à crise aberta pela delação de executivos da JBS, Temer tenta garantir apoio no Congresso e manter a agenda de reformas.

Um convite foi repassado aos parlamentares, assinado pelo ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy. Em nome de Temer, ele convida para o jantar com a presença de ministros e líderes dos partidos da base aliada no Senado e na Câmara, a partir de 19h30min, no Alvorada.

Leia mais:
Michel Temer recebe Moreira Franco e Eliseu Padilha no Alvorada
Pedido da OAB adiciona fermento à crise política
Fachin pede perícia em áudio e leva ao plenário do STF pedido de suspensão de inquérito de Temer 

Pela manhã, Temer já recebeu aliados, como o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), e assessores no Palácio do Jaburu — residência oficial da vice-presidência onde o Temer mora com a família — e seguiu para o Palácio da Alvorada acompanhado dos ministros da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, e da Casa Civil, Eliseu Padilha.

A reunião que aconteceria entre dirigentes e líderes partidários do PSDB e DEM na noite deste domingo para discutir o apoio ao governo Temer foi suspensa. A informação é da assessoria do líder do PSDB, Paulo Bauer (SC).

A reunião foi agendada na sexta-feira e estava confirmada até a manhã deste domingo. As assessorias de imprensa dos dois partidos já haviam informado que o encontro aconteceria às 17h com entrevistas para a imprensa a partir das 19h. Pouco antes do meio-dia, entretanto, a reunião foi cancelada sem qualquer especificação de motivos.

O governo teme que PSDB e DEM deixem a base. No momento, os partidos são considerados os mais fiéis à base. A leitura do Planalto é que, caso o PSDB deixe o governo, Michel Temer não conseguirá se manter na presidência.

Ao mesmo tempo em que a reunião do PSDB e DEM foi cancelada, um jantar do presidente com lideranças da Câmara e do Senado foi confirmado no Palácio do Alvorada. Temer irá receber integrantes da base às 19h. O convite aos líderes foi distribuído em nome do ministro da secretaria de governo Antonio Imbassahy (PSDB).

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    Santa"SC tem um dos menores comprometimentos da receita com dívida", diz governo Estadual https://t.co/pvfhCsImOV #LeiaNoSantahá 29 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Candidatura em 2018 está totalmente descartada", diz presidente da Havan https://t.co/qUes4LiuJE #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros