Brasil registra primeira deflação depois de 11 anos - Política e Economia - Santa

Versão mobile

IBGE07/07/2017 | 09h14Atualizada em 07/07/2017 | 15h36

Brasil registra primeira deflação depois de 11 anos

Queda em preços de alimentos, habitação e transporte levaram o IPCA a recuar 0,23% em junho, menor marca para o mês desde o início do Real 

Brasil registra primeira deflação depois de 11 anos Ronald Mendes/Agencia RBS
Alimentos e bebidas tiveram deflação de 0,50% em junho, conforme o IBGE Foto: Ronald Mendes / Agencia RBS
Zero Hora
Zero Hora

O Brasil registrou deflação – descida generalizada dos preços – depois de 11 anos. Em junho, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) teve recuo de 0,23%. 

No mês anterior, o indicador havia apresentado leve alta de 0,31%. Os números foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (7).

Leia mais:
Saiba por que a inflação está caindo no Brasil
Deflação: entenda o que é e quais são os seus impactos
Temer diz não existir crise econômica no Brasil
Cesta básica de Porto Alegre tem queda de 3,69% em junho
Mercado reduz projeções para a inflação em 2017 e 2018

Esse é o resultado mais baixo para junho desde o início do Plano Real, em 1994. O último número mensal negativo havia sido registrado em junho de 2006, quando o índice estava em -0,21%. Conforme o IBGE, o IPCA não era tão baixo desde agosto de 1998, quando a taxa atingiu -0,51%. 

Em junho, os três grupos de produtos e serviços que concentram cerca de 60% das despesas domésticas foram os que apresentaram as quedas mais intensas: alimentação (-0,50%), habitação (-0,77%) e transporte (-0,52%). O trio respondeu por -0,33 ponto porcentual na deflação de 0,23% registrada pelo IPCA.

Houve, ainda, queda em artigos de residência, de 0,07% no mês. Na direção oposta, os aumentos foram registrados em vestuário (0,21%), saúde e cuidados pessoais (0,46%), despesas pessoais (0,33%), educação (0,08%) e comunicação (0,09%).

Com o resultado do mês passado, o IPCA fechou o primeiro semestre com variação positiva de 1,18%, abaixo 4,42% registrados em igual período de 2016. Considerando apenas os primeiros seis meses do ano, é o resultado mais baixo da série histórica. No acumulado dos últimos 12 meses, a inflação foi para 3%.

Leia as últimas notícias de Economia

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPolícia prende homem condenado por estupro de vulnerável em Brusque https://t.co/ZhJLJTUZmC #LeiaNoSantahá 5 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaBaixa umidade relativa do ar em SC exige cuidados https://t.co/4b3j3FBxnr #LeiaNoSantahá 6 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros