Delação de Cunha tem mais de cem anexos e atinge Temer, diz jornal - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Colaboração à vista06/07/2017 | 09h45Atualizada em 06/07/2017 | 14h04

Delação de Cunha tem mais de cem anexos e atinge Temer, diz jornal

Há expectativa de que o ex-deputado entregue documentos para a força-tarefa da Lava-Jato na próxima semana

Delação de Cunha tem mais de cem anexos e atinge Temer, diz jornal Heuler Andrey/AFP
Cunha está preso desde outubro do ano passado Foto: Heuler Andrey / AFP
Zero Hora
Zero Hora

Preso em Curitiba desde outubro do ano passado, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) estaria finalizando os textos para o acordo de delação premiada que pretende fechar com a Lava-Jato. As informações são da Folha de S.Paulo.

Segundo o jornal, Cunha teria escrito mais de cem anexos para a colaboração. Os procuradores da força-tarefa estão conversando com os advogados do ex-presidente da Câmara e teriam considerado a negociação satisfatória. Há a expectativa de que o peemedebista entregue documentos na próxima semana.

Leia mais:
Janot afirma que sentiu "náuseas" ao ouvir gravação de Joesley e Temer
Funaro é transferido para preparar delação que deve atingir grupo de Temer
Ponto a ponto, quais as principais alegações da defesa de Temer

Conforme a Folha de S.Paulo, o conteúdo da delação de Cunha deve envolver diretamente o presidente Michel Temer, os ministros da Secretaria Geral, Moreira Franco, e da Casa Civil, Eliseu Padilha, e o senador Romero Jucá. Ao lado desse conhecido "núcleo duro" do PMDB, Cunha liderou o movimento que acarretou no impeachment de Dilma Rousseff.

O jornal ainda indica que Cunha teria provas "sólidas" das acusações. O advogado do ex-deputado, porém, negou que o peemedebista esteja negociando acordo de delação premiada.

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaProjeto para garantir cidadania a detentos começa por Itajaí https://t.co/zBrYAYbuaX #LeiaNoSantahá 3 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaEmissão de passaportes deve ser normalizada em cinco semanas https://t.co/NTB3Be4oWu #LeiaNoSantahá 4 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros