Jornal diz que Bolsonaro aprovou apenas dois projetos em 26 anos de mandato como deputado federal - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Política23/07/2017 | 20h15Atualizada em 23/07/2017 | 20h15

Jornal diz que Bolsonaro aprovou apenas dois projetos em 26 anos de mandato como deputado federal

Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo critica a produtividade do polêmico parlamentar

Jornal diz que Bolsonaro aprovou apenas dois projetos em 26 anos de mandato como deputado federal Patrick Rodrigues/Agencia RBS
Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Em 26 anos de atuação no Congresso Nacional, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) aprovou apenas dois projetos de lei. A informação foi publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo neste domingo.

Segundo a reportagem, o levantamento feito pelo Estado/Broadcast "aponta que em quase três décadas na Câmara dos Deputados, Bolsonaro apresentou 171 projetos de lei, de lei complementar, de decreto de legislativo e propostas de emenda à Constituição (PECs)".

O texto afirma ainda que, "no primeiro mandato, entre 1991 e 1995, foram 17 projetos de interesse de militares, ante apenas dois na área de segurança pública. Na atual legislatura, iniciada em 2015 e com término previsto em 2019, já são nove propostas para a segurança e somente três para o setor militar. Entre 2011 e 2015, na legislatura passada, o deputado apresentou 13 propostas na área de segurança, ante duas militares".

::: Relembre: Bolsonaro fará palestra em Blumenau
::: Relembre: Em passagem por Blumenau, Jair Bolsonaro é ovacionado
::: Relembre: Visita em Blumenau consolida deputado como opção à presidência
::: Relembre: Tom mais ameno não desmancha imagem de radical

E continua: "Apenas três projetos foram ligados a temas econômicos – entre eles o que propõe autorizar a dedução do Imposto de Renda das despesas comprovadamente efetuadas com empregados domésticos – e dez na área de saúde – como o que determina a proibição do aborto em casos de estupro. Para educação foi somente uma proposta, apresentada no primeiro mandato, a fim de conceder desconto progressivo em taxas e mensalidades escolares para famílias de militares com mais de um filho".

Os projetos aprovados

O jornal cita quais foram os dois projetos aprovados e que são de autoria de Bolsonaro. O primeiro trata de uma proposta que estendia o benefício de isenção do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) para bens de informática. O segundo é o projeto que autorizava o uso da chamada "pílula do câncer" – a fosfoetanolamina sintética. A primeira emenda de sua autoria, aprovada em 2015, determina a impressão de votos das urnas eletrônicas.

– Tão importante quanto você fazer um gol, é não tomar um gol. Eu trabalho muitas vezes para que certos projetos não sejam aprovados – disse o deputado à reportagem de O Estado de S. Paulo. 

Questionado pelo jornal se a falta de diversidade em suas propostas poderia prejudicá-lo na corrida presidencial, o deputado nega. 

– A Dilma (Rousseff) apresentou algum projeto na vida dela? O (prefeito João) Doria apresentou algum projeto? Não tem nada a ver uma coisa com a outra – afirmou Bolsonaro ao veículo de comunicação.

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaMotociclista fica ferido em acidente no trevo do Testo Salto, em Blumenau https://t.co/XVmktc4uxE #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCerca de 1,5 mil pacientes ostomizados de Santa Catarina aguardam por bolsas coletoras https://t.co/egU1EMXkaz #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros