Carolina Bahia: segurança em segundo plano - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Dia S22/08/2017 | 02h10Atualizada em 22/08/2017 | 02h10

Carolina Bahia: segurança em segundo plano

Além das trocas na pasta – três ministros em pouco mais de um ano, o Plano Nacional de Segurança jamais saiu integralmente no papel

Carolina Bahia: segurança em segundo plano Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Apesar das promessas, a área da Segurança foi deixada de lado no governo Temer. Além das trocas na pasta – três ministros em pouco mais de um ano -, o Plano Nacional de Segurança jamais saiu integralmente no papel. No auge da crise dos presídios, ações de parceria com os Estados foram anunciadas. Agora, com o agravamento da crise no Rio, o Planalto mobilizou os ministérios da Justiça e da Defesa. É uma megaoperação, mas voltada à realidade de violência da região fluminense. O atual ministro, Torquato Jardim, chegou à Esplanada no final de maio, às vésperas do julgamento da chapa Dilma/Temer no TSE. Ex-ministro do tribunal, foi encarado como um conselheiro do presidente da República. Há, no entanto, um imenso desafio a ser enfrentado no controle de fronteiras e combate a homicídios.

Não parou
Apesar dos cortes no orçamento, o Ministério da Justiça não interrompeu o repasse de recursos para três presídios femininos (Chapecó, Itajaí e Joinville), com 286 vagas cada um. Também há previsão de construção de um presídio federal em Itajaí, com obras previstas ainda para 2018.

Troca de nome
Em fevereiro, o Planalto mudou o nome do Ministério da Justiça e Cidadania para Ministério da Justiça e Segurança Pública. A ideia era reforçar as ações do Plano Nacional de Segurança, uma resposta à crise nos presídios. Uma maquiagem.

Ciclo completo
Uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) polêmica do deputado Jorginho Mello (PR-SC) está na Comissão de Constituição e Justiça. Ela propõe que as polícias possam fazer o ciclo completo (todas as atividades, da investigação à ronda). A PEC ainda precisa passar no plenário.

Leia outras colunas de Carolina Bahia

Carolina Bahia: Meirelles perdeu

Carolina Bahia: crise dentro da crise

Carolina Bahia: um atrativo para o Caixa 2

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaHavan vai investir R$ 80 milhões para ampliar centro de distribuição em Barra Velha https://t.co/OUsFWaNs15 #LeiaNoSantahá 34 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaKakay: "A Operação Lava-Jato banalizou a delação premiada e a prisão preventiva no país" https://t.co/5nZHIBTaqJ #LeiaNoSantahá 44 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca