Saavedra: Governo deposita R$ 3,7 milhões e obras de galeria no rio Mathias, em Joinville, terão continuidade  - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Portal31/08/2017 | 07h15Atualizada em 31/08/2017 | 07h15

Saavedra: Governo deposita R$ 3,7 milhões e obras de galeria no rio Mathias, em Joinville, terão continuidade 

Com a verba, risco de paralisação dos trabalhos no rio diminui bastante

Depois de um mês de espera pelo município, o governo federal depositou os R$ 3,7 milhões da última medição da obra de macrodrenagem do rio Mathias, em Joinville. Assim, diminuiu o risco de paralisação das obras, já atrasadas. Está em tratativa a adoção de um novo modelo para a instalação das galerias, ainda não aprovado pelo Ministério das Cidades.

O novo sistema, de estacas secantes, é considerado fundamental para que a obra seja concluída até o final de 2018. E também para evitar a interdição total na Via Gastronômica em determinado momento.

TCE
Em decisão publicada ontem, o Tribunal de Contas do Estado determinou à Prefeitura de Joinville que não faça mais prorrogação do contrato de locação de copiadoras até segunda ordem do próprio tribunal. A licitação é alvo de representação. O município aponta o resultado como legal, inclusive confirmado na Justiça.

Sol no Boa Vista

Foto: Ademar rocha,Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Em passeio pela trilha do mirante do Boa Vista, em Joinville, o leitor Ademar Rocha tem aproveitado o sol forte dos últimos dias para caprichar nas imagens. A foto foi feita na manhã desta quarta-feira.

Tornozeleiras em Joinville
Joinville, Jaraguá do Sul, São Francisco do Sul e Barra Velha estão entre as novas comarcas com autorização de uso de tornozeleiras eletrônicas. Os dispositivos poderão ser usados por presos provisórios e monitoramento de cumprimento de pena – medidas cautelares também estão na lista.

Sem número
Não há como estimar quantas pessoas vão usar as tornozeleiras em Joinville porque dependerá da decisão dos juízes das varas criminais. No primeiro momento, o uso principal deverá ser em medidas cautelares alternativas à prisão provisória. Também há dependência do número de aparelhos a serem colocados à disposição.

De volta
O dono do área invadida pelo MST na semana passada em Araquari entrou com pedido de reintegração de posse, em análise pela Justiça. As 150 famílias vieram de área ocupada em maio em Garuva, onde foi determinada a saída por decisão judicial.

62 mil desde 2010
Como era previsto, a estimativa divulgada nesta quarta-feira pelo IBGE apontou Joinville com população próxima de 580 mil pessoas, mostrando que a estabilização ainda está distante: com 577 mil moradores, a cidade ganhou 62 mil moradores desde o Censo de 2010. É mais do que a população de Itapema ou de Mafra, por exemplo.

Arrancada de Araquari
Araquari, agora com 35 mil habitantes, mais uma vez liderou o avanço populacional entre as cidades de Santa Catarina. Desde a contagem de 1996, o município vizinho mais do que dobrou em número de habitantes. E para a Prefeitura, devido à oferta de loteamentos, a expansão deve continuar por muito tempo.

Contra Alckmin
Os vereadores de Joinville aprovaram uma moção de repúdio a Geraldo Alckmin devido ao veto do governador a projeto aprovado pela Assembleia de São Paulo de proibição de uso de animais vivos em pesquisas. Houve um lance inusitado na votação da vereadora Ana Rita (Pros).

Já era tarde
A moção contra Alckmin foi aprovada por unanimidade, mas logo em seguida houve vereadores que se mostraram contrários à ideia, isto é, defenderam os benefícios dessas pesquisas à saúde humana. Só que já era tarde, a moção já estava aprovada. A produção em ritmo industrial na Câmara de Joinville, em torno de 750 no ano, ajuda a diluir a atenção dos parlamentares.

De volta

Foto: Divulgação / Divulgação

Em nota, o deputado federal Marco Tebaldi (PSDB) alegou que vai passar por período de repouso após ter sido submetido a cirurgia de emergência no pâncreas. ¿Apesar da seriedade, a cirurgia foi um sucesso e o problema 100% resolvido¿, disse Tebaldi, de retorno nesta quarta-feira para Joinville.

— Voltei hoje para a minha Joinville e para a convivência das pessoas que gosto e gostam de mim. Desconheço remédio melhor — alegou o deputado de 59 anos.

Não há previsão ainda de quando Tebaldi retomará suas atividades na Câmara. Na foto acima, o deputado reuniu equipe e amigos em seu escritório em Joinville.

Sem ação contra a lei
O Ministério Público arquivou representação contra a lei de Joinville sobre o estacionamento rotativo por entender que não havia como ser apresentada ação direta de inconstitucionalidade. A legislação foi aprovada no ano passado e traz as diretrizes sobre o aluguel de vagas. O serviço foi suspenso há quatro anos e não tem data para retorno.

Só agora
A compra dos equipamentos de segurança para servidores da Prefeitura ainda não teve a licitação concluída, ainda que esteja na fase final. A compra será de R$ 250 mil, entre óculos, protetores solares e de ouvido etc. A concorrência só foi aberta no final de junho. Parte dos funcionários está paralisada nas subprefeituras desde o início da semana.

Não vem
Há interesse da bancada catarinense em reforçar a previsão orçamentária da duplicação da BR-280 para 2018, com tentativa de prever até R$ 300 milhões, mais que o triplo do previsto para 2017. A rubrica até pode aparecer com esse montante, mas é improvável que esse recurso venha ser liberado integralmente no ano que vem.

15 dias
Ainda sem a renovação do seguro obrigatório, o helicóptero Águia baseado em Joinville completou nesta quarta-feira 15 dias sem voar. Em média, são 15 ocorrências policiais semanais que deixam de ser atendidas, além dos resgates. Já houve atendimentos por máquinas vindas de outras cidades, mas em número reduzido.

Mais 15?
A contratação da cobertura para o equipamento da PM está sendo feita de forma emergencial, mas a meta de retomar as operações nesta semana já está descartada. Talvez na primeira quinzena de setembro, em uma estimativa otimista. O governo do Estado não chegou a se manifestar sobre o episódio.

Mais 90 dias
No meio à polêmica sobre o edital para contratação de entidade para atender animais recolhidos nas ruas, o convênio da Prefeitura de Joinville com o Abrigo Animal deve ser renovado por 90 dias. O repasse é de R$ 25,2 mil, para atendimento de 300 animais. A conversa desta quarta-feira, na Secretaria de Meio Ambiente sobre a licitação, não foi conclusiva e as regras do edital ainda estão em discussão.

Formalidade
Para evitar uma sessão extra nesta quinta, os vereadores de Joinville esticaram a sessão de ontem e aprovaram o Plano Plurianual (PPA) para os próximos quatro anos. As diretrizes do orçamento também passaram.Como o PPA pode ser alterado nesse intervalo, não chega a ser um referência sólida dos investimentos da Prefeitura. 


Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCom placar apertado, Câmara de Blumenau aprova moção de aplauso a evento sobre diversidade da Escola Elza Pacheco… https://t.co/P7qW8L1t8Qhá 2 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaAdolescente é apreendido com quatro quilos de maconha em terminal de ônibus de  Blumenau https://t.co/Ummd7eCJnm #LeiaNoSantahá 6 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca