Investimentos fazem dobrar a oferta de leitos de hotéis em Itajaí - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Litoral11/09/2017 | 11h04Atualizada em 11/09/2017 | 11h04

Investimentos fazem dobrar a oferta de leitos de hotéis em Itajaí

Cinco hotéis estão em obras na cidade

 

Itajaí vai receber o primeiro hotel Hilton Garden Inn da região Sul e o terceiro com a bandeira internacional no Brasil. Ele vai ocupar parte do complexo multiuso Riviera Concept, que está sendo erguido na Avenida Osvaldo Reis, quase no limite com Balneário Camboriú. Inicialmente seria um hotel da bandeira Quality, mas a Atlantica Hotels, administradora parceira da Riviera, decidiu apostar na marca de renome internacional graças às características da região que inclui Balneário Camboriú.Para o gerente de Desenvolvimento e Novos Negócios da Atlantica, Henrique Martins, o hotel vai atender o turista que procura essa parte do litoral no verão e o mercado corporativo, aquecido graças ao crescimento dessas cidades e da construção do Centro de Evento de Balneário Camboriú.O empreendimento terá 153 apartamentos com áreas a partir de 24 metros quadrados. Haverá um pequeno espaço para eventos e um restaurante aberto ao público. A ideia é aproveitar a integração com os demais espaços, corporativo e residencial, do complexo multiuso e a proximidade com a Praia Brava. A previsão de inauguração do Hotel Riviera Hilton Garden Inn é meados de 2017.
Abertura do Hilton Garden Inn está prevista para o primeiro trimestre do ano que vem na Praia BravaFoto: Vanessa Amaral / divulgação

As suítes do hotel Hilton Garden Inn. na Praia Brava, em Itajaí, entram no mercado de reservas no mês que vem. O Grupo Riviera, responsável pelo empreendimento, já apresentou a suíte-modelo para vistoria da rede. O processo é minucioso, para que os quartos sigam o padrão internacional. A abertura está prevista para o 1º trimestre do ano que vem.

O Hilton é um dos cinco hotéis que estão em obras na cidade. Também inauguram nos próximos meses unidades das redes Ibis, Mercure, Novotel e Super 8. Outros dois empreendimentos, com bandeiras Bluetree e Tulip Inn, já foram anunciados.

Em um ano, o número de leitos em Itajaí deve chegar a 3,8 mil, o dobro do que a cidade tem hoje. Para o secretário de Turismo, Evandro Neiva, a chegada da primeira edição da Volvo Ocean Race, em 2012, foi o que despertou a cidade para a necessidade de melhorar a oferta de hospedagem. Mas o que atraiu as grandes redes é o ganho constante proporcionado pelo turismo de negócios. Diferente de outras cidades da região, Itajaí tem uma média de 45% a 50% de ocupação o ano inteiro.

Recentemente, a aposta em “vender” a cidade também como destino cultural e de sol e mar tem garantido que pelo menos metade dos turistas que chegam a negócios retornem à cidade nos meses seguintes, a lazer.

O desafio, segundo o secretário, é qualificar a oferta de serviços. A maioria dos restaurantes, por exemplo, tem limitações de horários que prejudicam o apelo turístico. Recentemente o Sebrae passou a prestar uma consultoria aos empresários da gastronomia, para que formem uma associação de bares e restaurantes. O primeiro passo para um projeto de profissionalização do turismo como aposta de alternativa econômica.

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaVídeo: banda Vox 3 apresenta novas músicas para a Oktoberfest 2017 https://t.co/afH9WzQ3N3 #LeiaNoSantahá 26 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCurtas: Schornstein, Faema, multas, Eisenbahn Prosit, Centro de Convenções https://t.co/IDUxBA6RJ7 #LeiaNoSantahá 27 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros