Reforma política é tema de congresso de direito eleitoral em SC - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Moacir Pereira30/10/2017 | 10h31Atualizada em 30/10/2017 | 18h14

Reforma política é tema de congresso de direito eleitoral em SC

Outros temas acerca da política também serão debatidos 

Advogados e integrantes da Justiça Eleitoral em Santa Catarina se reúnem a partir de hoje, às 9h, em Florianópolis para o Congresso Catarinense de Direito Eleitoral, promovido pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) em Florianópolis. O tema deste ano é "A Reforma Política em Debate" e o objetivo do evento é promover reflexões sobre os seguintes temas: Sistema Eleitoral; Financiamento dos Partidos Políticos e das Eleições; Condições de Elegibilidade e seus Efeitos; Propaganda Partidária e Eleitoral; Representação e Participação Política. 

Entre os palestrantes estão os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga, Jorge Mussi e Tarcísio Vieira de Carvalho e Henrique Neves e Luciana Lóssio, ex-ministros do TSE, além de juristas de renome. O evento se encerra amanhã. 

As inscrições já estão encerradas, mas será possível acompanhar o evento ao vivo pelo Youtube no link bit.ly/congressopolitco.  

Agronegócio e vinhos
O projeto História & Vitivinicultura, desenvolvido desde 2015 com estudantes da EEB Padre Antônio Vieira, de Anita Garibaldi, fez mais uma saída de campo no Estado. O projeto coordenado pelo professor Gil Karlos Ferri esteve na vinícola Abreu Garcia.O projeto apresenta os empreendimentos vitivinícolas de SC,através de uma visita guiada com enólogos e empresários, e tem por objetivo aprimorar o conhecimentos dos alunos e motivá-los ao empreendedorismo e iniciativas criativas. 

 Projeto vitrini para coluna da Estela.
Foto: Marcelo Manica / Divulgação

Magistrados se manifestam
A Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC) divulgou nota de repúdio em relação ao vídeo que mostra dois policiais militares de Tubarão ameaçando quatro homens em uma casa por supostos arranhões no carro de um dos PMs. Em serviço e fardados, os policiais ainda provocam os suspeitos a praticarem atos criminosos contra instituições e pessoas públicas, dizendo que eles podem atirar em delegacias, no fórum e até "matar juiz que não tem problema". Ressaltam, por fim, que os rapazes só não devem mexer com a PM.

Apuração
De acordo com a nota, é inaceitável que agentes públicos expressem comportamento dessa ordem, em clara desconformidade com o compromisso assumido e fora dos limites traçados nas normas vigentes, mostrando-se indignos de representarem o Estado perante a Sociedade e as Instituições que integram o Sistema de Segurança e Justiça.

Para a ACM, os fatos revelados devem ser apurados em célere e rigorosa investigação e, em seguida, nos devidos processos nas esferas competentes, com final penalização dos faltosos nos campos disciplinar e penal. "A Magistratura exige respeito e lealdade daqueles que igualmente se colocam a servir ao povo de Santa Catarina, e que também, por obrigação funcional e ética, devem zelar e se portar em estrita observância à Constituição e às Leis."

Colombo em Blumenau
Em meio à crise da saúde em Santa Catarina, o governador Raimundo Colombo vem a Blumenau na próxima semana para acompanhar de perto a inauguração da nova ala da UTI Coronariana do Hospital Santa Isabel, em Blumenau. O espaço ganhou 10 leitos em investimento de R$ 2,2 milhões do governo estadual. A inauguração será dia 7 de novembro às 15h, quase um ano depois da assinatura da liberação dos recursos em novembro do ano passado.

Eleições na FURB
Duas chapas vão disputar as eleições para a Diretoria Executiva e Conselho Fiscal do Sindicato dos Servidores Públicos do Ensino Superior de Blumenau (Sinsepes). A situação conta com o professor Nazareno Schmoeller para substituir o atual presidente Ralf Ehmke. Já a oposição tem como candidato a presidente o servidor técnico administrativo Paulo Ricardo do Nascimento da Fonseca.
A escolha seré no dia 22 de novembro.

Café tucano

Disputando vaga na presidência, governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o o prefeito João Doria
Foto: Charles Sholl / Raw Image,Folhapress

Adversários na disputa interna que vai decidir o candidato do PSDB à Presidência em 2018, o governador Geraldo Alckmin e o prefeito João Doria adotaram um discurso de unidade durante a convenção municipal do partido, em São Paulo, realizada ontem.
"Essa é uma convenção da união. União na cidade de São Paulo, união no Estado, união nacional. O PSDB unido vai marchar na cidade, no Estado e no Brasil para defender os brasileiros, defender o emprego, defender o desenvolvimento econômico. E nisso o governador Geraldo Akckmin e eu estaremos unidos ao lado de todos do PSDB", disse Doria.

Acompanhe as publicações de Moacir Pereira

Artista prepara mosaico inédito em Santa Catarina

Deputados de SC mudam voto contra Temer de olho nas eleições de 2018

Parceria vai oferecer energia solar para mais de 50 mil indústrias de SC


Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaDois foragidos de penitenciária no Rio Grande do Norte são presos em Indaial https://t.co/7mLzQDx1uM #LeiaNoSantahá 14 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaLadrões roubam R$ 40 mil de loja em Blumenau https://t.co/OVEFX8mR7A #LeiaNoSantahá 25 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca