José Nei Ascari: a escolha unânime ao Tribunal de Contas do Estado - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Moacir Pereira09/11/2017 | 02h20Atualizada em 09/11/2017 | 02h20

José Nei Ascari: a escolha unânime ao Tribunal de Contas do Estado

Parlamentar foi prefeito duas vezes em Grão Para, atuou como secretário da Administração e teve dois mandatos de deputado

José Nei Ascari: a escolha unânime ao Tribunal de Contas do Estado Guto Kuerten/Divulgação
Foto: Guto Kuerten / Divulgação

A indicação do deputado José Nei Ascari (PSD) para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas teve 31 votos a favor, nenhum contra e uma abstenção. Como o voto neutro foi assumido pelo deputado Dirceu Dresch, com a ressalva que nada tinha contra o indicado, mas contra o critério de indicação, o conselheiro teve, na pratica, aprovação unânime.

Dresch justificou. Ele é autor de emenda que reduz a influência política na escolha dos conselheiros do Tribunal de Contas e adota critérios mais técnicos, dentro da proposta do chamado conselheiro cidadão.

Durante a votação, os deputados se manifestaram sobre o indicado, destacando as qualidades políticas, profissionais e de cidadania. Ninguém fez reparos à biografia. Ao contrário, todos os oradores ressaltaram as credenciais do parlamentar.

O líder do PMDB, Mauro de Nadal, relator na Comissão Especial, teve o cuidado de mencionar os requisitos constitucionais para escolha dos conselheiros: idoneidade moral, notórios conhecimentos jurídicos, contábeis e econômico, pelo menos 10 anos de exercício de função pública e 35 anos de idade. José Nei foi prefeito duas vezes em Grão Para, atuou como secretário da Administração e teve dois mandatos de deputado. Seu espírito democrático e conciliador foi ressaltado pela deputada Luciane Carminatti (PT).

Ascari assumiu o cargo no fim da tarde no Tribunal de Contas.

Salum assume
Com a nomeação do deputado José Nei Ascari (PSD) para o cargo de conselheiro do TCE, o deputado Fernando Coruja (PMDB) está sendo efetivado como titular da Assembleia. Com a nova vaga na suplência assumirá o apresentador de TV Roberto Salum (PRB), partido que integrou a tríplice aliança.

Mudanças
O deputado estadual Mário Marcondes formaliza nos próximos dias sua desfiliação do PSDB e inscrição no PMDB.  Convidado pelo vice-governador Eduardo Moreira, conta com o aval da bancada e da deputada Dirce Heiderscheidt, que tem base eleitoral na região. Marcondes foi já acolhido esta semana na reunião da executiva do PMDB em São José. O deputado Antônio Aguiar está deixando o PMDB para se filiar o PSD.

Centenário
O prefeito da Palhoça, Camilo Martins (PSD), faz contatos com organizações culturais do Estado para montar uma programação alusiva aos 100 anos de nascimento do ex-governador Ivo Silveira. As comemorações deverão ocorrer durante o mês de março. Ivo Silveira, um dos mais populares e queridos políticos catarinenses, fez carreira a partir de mandatos conquistados na Palhoça. Nasceu dia 26 de março de 1918.

Desrespeito
Durante a votação das contas de 2015 da gestão Cesar Souza Junior (PSD), pela Câmara de Florianópolis, um fato triste e lamentável. O vereador Afrânio Boppré (PSOL) apresentou requerimento pela retirada do ex-prefeito do plenário do Legislativo. Além de total falta de respeito com o ex-prefeito, o requerimento foi rejeitado, com críticas ao autor da iniciativa.

Acompanhe as publicações de Moacir Pereira

Veículo leve sobre trilhos é um exemplo de transporte coletivo eficiente 

A pressão dos grupos de esquerda no cancelamento do evento da UFSC que critica o comunismo

Data da renúncia de Colombo é uma falsa dúvida

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaDagmara Spautz: MP avalia importância histórica de um dos primeiros balneários de SC https://t.co/pouRvLAQ0H #LeiaNoSantahá 14 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaDaniela Matthes: "Leis e bom senso não são suficientes para um trânsito mais seguro" https://t.co/5Djy3cxRvo #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca