Redução anunciada do preço da gasolina vai depender de distribuidoras, diz sindicato - Política e Economia - Santa

Versão mobile

 

Economia16/11/2017 | 16h24Atualizada em 16/11/2017 | 16h24

Redução anunciada do preço da gasolina vai depender de distribuidoras, diz sindicato

Petrobras anunciou queda de 3,80% na gasolina e de 1,30% no diesel

Diário Catarinense e Agência Brasil

Apesar da redução nos preços dos combustíveis, anunciada hoje pela Petrobras, não é certo que vá haver queda nos preços finais pagos pelo consumidor. Segundo o presidente do  Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais de Florianópolis (Sindópolis), Valmir Espíndola, os preços praticados pelos postos dependem dos valores definidos pelas distribuidoras,  que ainda não repassaram a redução anunciada pela Petrobras. Espíndola espera que nesta sexta-feira seja possível ter uma ideia mais concreta sobre os preços dos combustíveis.

Na manhã desta quinta-feira a estatal anunciou uma redução de 3,80% no preço da gasolina e de  1,30% no diesel. Os novos valores passam a valer a partir de amanhã.  Esta é a sexta queda de preços anunciada somente neste mês para o óleo diesel. Já a gasolina teve quatro reduções e sete altas desde o dia 1º.

Conforme a nova política de revisão de preços da petroleira, em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a Petrobras agora avalia as condições do mercado para se adaptar, o que pode ocorrer diariamente. Para os reajustes, pesam informações sobre câmbio e cotações internacionais. 


Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaTrabalhador morre após ser vítima de choque elétrico em Brusque https://t.co/ifvAGTYrPH #LeiaNoSantahá 36 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCinco furtos são registrados em Blumenau em um dia https://t.co/Ri29eBo65s #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca